Países ocidentais prometem R$ 7,9 bilhões em auxílio à Ucrânia

Países ocidentais se comprometeram nesta quinta-feira, 11, a oferecer...

Filme do ‘Flash’ com Ezra Miller pode ser cancelado pela Warner; entenda

Após cancelar o filme de Batgirl e outras produções,...

Com gol nos acréscimos, Athletico-PR vence o Estudiantes e avança à semifinal da Libertadores

A última vaga às semifinais da Copa Libertadores foi...

Anvisa recebe cinco pedidos para diagnóstico da varíola dos macacos e inicia análises

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) apresentou, nesta...

Nos EUA, mulher é parada pela polícia, exibe ‘cartão de privilégio branco’ e é liberada

Escrito por Redação

Publicado em:

Compartilhe esse artigo

Uma mulher conseguiu evitar uma multa nos Estados Unidos quando mostrou aos policiais que a pararam um “cartão de privilégio branco”. O caso aconteceu no dia 9 de julho, quando ela se dirigia a uma pizzaria, chegando ra um comício do ex-presidente Donald Trump.

Uma mulher evitou uma multa quando mostrou aos policiais que a pararam um “cartão de privilégio branco” em vez de sua carteira de motorista, o que é exigido por lei.

No Facebook, Mimi Israelah escreveu que não conseguiu encontrar a carteira de motorista, o que é uma exigência da lei. A postagem já foi excluída.

“Quando vi o meu cartão do privilégio branco, dei a ele para ver se estava tudo bem”, escreveu Mimi na rede social. “Ele riu e falou com o parceiro. Era a primeira vez que eles viam um cartão de privilégio branco”, completou ela, que também publicou foto sorrindo e segurando o cartão ao lado de um policial.

O cartão dizia “Cartão Privilégio Branco Supera (do verbo em inglês “trump”) Tudo”. Mimi não foi multada, segundo a NBC News.

Os agentes Nicholas Bowe e Charles Worland ficaram 11 dias de licença enquanto durou a investigação da “abordagem inapropriada”, conforme classificou a autoridade, segundo o “NY Post”.

O que você achou desse assunto?

Compartilhe esse artigo:

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

12 pessoas são presas e 23 aves mantidas em cativeiro ilegal são resgatadas em Salvador

Doze pessoas foram presas em flagrante e 23 aves de diferentes espécies que eram  mantidas em cativeiros ilegais foram resgatadas pela Companhia de Polícia e Proteção Ambiental (Coppa), na...

Um novo tempo na advocacia

Dentre os 54.155 advogados e advogadas da Bahia, coube a mim a missão de presidir a seccional baiana da Ordem dos Advogados do Brasil neste 11 de agosto,...

Homem é preso no extremo sul da Bahia após matar e tirar carne de sucuri

Um homem foi preso, nesta quarta-feira (10), em Santa Cruz Cabrália, no extremo sul da Bahia, após ter matado uma sucuri e gravado um vídeo retirando o couro...