Países ocidentais prometem R$ 7,9 bilhões em auxílio à Ucrânia

Países ocidentais se comprometeram nesta quinta-feira, 11, a oferecer...

Filme do ‘Flash’ com Ezra Miller pode ser cancelado pela Warner; entenda

Após cancelar o filme de Batgirl e outras produções,...

Com gol nos acréscimos, Athletico-PR vence o Estudiantes e avança à semifinal da Libertadores

A última vaga às semifinais da Copa Libertadores foi...

Anvisa recebe cinco pedidos para diagnóstico da varíola dos macacos e inicia análises

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) apresentou, nesta...

China impõe sanções contra Nancy Pelosi e encerra cooperação com os EUA

Escrito por Redação

Publicado em:

Compartilhe esse artigo

A visita de Nancy Pelosi a Taiwan nesta semana continua surtindo efeitos. Além das atividades militares que a China vai realizar até domingo, 7, o país impôs sanções contra a presidente da Câmara de Representantes dos Estados Unidos. “Com esta visita, Pelosi interferiu gravemente nos assuntos internos da China e minou seriamente a soberania e integridade territorial”, o que levará Pequim a “impor sanções a Pelosi e sua família imediata”, anunciou o ministério das Relações Exteriores da China, sem revelar mais detalhes. Com essa decisão, a deputada passa a fazer parte de uma extensa lista de americanos que sofreram sanções chinesas nos últimos anos por ações, na opinião de Pequim, contrárias aos interesses do país e por declarações sobre os direitos humanos em Hong Kong e na região de Xinjiang (noroeste), algumas vezes sem especificar a natureza das medidas. As medidas não pararam por aí. A China também anunciou nesta sexta-feira, 5, que está encerrando a cooperação com os EUA em vários campos. O governo chinês “suspenderá as negociações sobre mudanças climáticas com os Estados Unidos” e cancelará uma reunião com líderes militares, bem como duas reuniões sobre segurança, disse o Ministério das Relações Exteriores da China, citando o “desprezo” que Pelosi demonstrou em sua visita a Taiwan. Os dois maiores poluidores do mundo se comprometeram no ano passado a trabalhar juntos para acelerar a ação climática, prometendo se reunir regularmente para “enfrentar a crise climática”. A viagem de Pelosi a Taiwan é vista pelos chineses como uma violação da soberania do território chinês, pois considerarem a ilha como parte de seu território que deve ser reunificado, inclusive, com o uso da força, se necessário. Para eles, a presença da deputada é uma provocação.

*Com informações da AFP

O que você achou desse assunto?

Compartilhe esse artigo:

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Países ocidentais prometem R$ 7,9 bilhões em auxílio à Ucrânia

Países ocidentais se comprometeram nesta quinta-feira, 11, a oferecer mais de 1,5 bilhão de euros (R$ 7,9 bilhões, na cotação atual) em dinheiro, equipamentos e treinamento para aumentar as...

Pedra da fome reaparece na Europa em meio à seca e acende alerta: ‘Período de miséria’

Além das altas temperaturas que atingem os países da Europa, o continente também sofre com a seca dos rios que tem feito itens que estavam submersos reaparecerem, como uma...

Langya, novo vírus de origem animal, já foi identificado em 35 pessoas na China

Um novo vírus de origem animal já está em circulação. O langya (Langya henipavirus (LayV)) causa sintomas como: febre, cansaço, tosse, náusea e dor de cabeça. Segundo informações de...