Países ocidentais prometem R$ 7,9 bilhões em auxílio à Ucrânia

Países ocidentais se comprometeram nesta quinta-feira, 11, a oferecer...

Filme do ‘Flash’ com Ezra Miller pode ser cancelado pela Warner; entenda

Após cancelar o filme de Batgirl e outras produções,...

Com gol nos acréscimos, Athletico-PR vence o Estudiantes e avança à semifinal da Libertadores

A última vaga às semifinais da Copa Libertadores foi...

Anvisa recebe cinco pedidos para diagnóstico da varíola dos macacos e inicia análises

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) apresentou, nesta...

Bia Kicis, Marcelo Freixo, Simone Tebet e mais: políticos prestam homenagem a Jô Soares

Escrito por Redação

Publicado em:

Compartilhe esse artigo

Após a morte do humorista e apresentador de televisão Jô Soares, aos 84 anos de idade, nesta sexta-feira, 5, políticos brasileiros de variados espectros ideológicos deixaram de lado, por um momento, a polarização que o Brasil enfrenta e usaram as redes sociais para se pronunciar de forma uníssona e prestar homenagens a ele e ao trabalho que desenvolveu no Brasil ao longo de décadas. Publicaram mensagens de adeus o ex-líder do governo Bolsonaro no Senado Federal, Fernando Bezerra (MDB-PE), que disse que Jô foi “sempre inovador e impecável”; o filho dele, Fernando Filho (União-PE) destacou a inteligência e o senso crítico do apresentador; a deputada Bia Kicis (PL-DF) fala das suas “personagens imortalizadas”; o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) publicou uma foto de quando foi entrevistado por Jô Soares: “Pessoa generosa que por anos conduziu entrevistas que foram um importante espaço de debate para o país”; a senadora Simone Tebet (MDB-MS) também se pronunciou: “Seus personagens marcaram nossas vidas e o Brasil”, disse; o deputado Marcelo Freixo (PSB-RJ) agradeceu a Jô pelas risadas, reflexões e sabedoria. “Obrigado por tudo. ‘Faça Humor, Não Faça Guerra’, que o nome do seu primeiro programa seja um mantra eterno”. Jô estava internado no hospital Sírio Libanês, em São Paulo, desde o dia 28 de julho. Ainda não há informações sobre a causa de sua morte. O humorista era também dramaturgo e escritos, ator, diretor de teatro e teve passagens pelas emissoras Continental, TV Rio, Tupi, Excelsior, Record, SBT e TV Globo. Confira abaixo as declarações de políticas citadas na íntegra e outras:

O que você achou desse assunto?

Compartilhe esse artigo:

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Filme do ‘Flash’ com Ezra Miller pode ser cancelado pela Warner; entenda

Após cancelar o filme de Batgirl e outras produções, a Warner Bros. tem enfrentado problemas em sua gestão e uma nova ‘bomba’ caiu na produtora de filmes. O filme...

Susana Vieira recebe alta hospitalar após tratar sequelas da Covid-19 no pulmão

A atriz Susana Vieira, de 79 anos, recebeu alta hospitalar, na noite desta quinta-feira, 11, após tratar sequelas da Covid-19 no pulmão. Ela estava internada desde 5 de agosto...

Rafa Kalimann abre o jogo sobre relacionamento com José Loreto

A influenciadora Rafa Kalimann falou pela primeira vez sobre o namoro com o ator José Loreto, que vive o personagem Tadeu Aparecido Leôncio na novela pantanal, da TV Globo....