TRE-SP se reúne com candidatos para firmar Compromisso pela Democracia

O presidente do Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo...

Amigos de Marina Ruy Barbosa saem em defesa da atriz em briga com Nati Vozza

Após a coluna LeoDias publicar que a atriz Marina...

TVE Bahia marca debate e entrevistas com governáveis; ACM Neto recusa convite

O Irdeb vai realizar, a partir desta segunda-feira...

Candidatos querem retomar ministérios extintos e ressuscitar pastas, diz coluna

Os quatro candidatos à frente da corrida presidencial...

Minas investiga mais sete casos suspeitos de varíola dos macacos

Publicado em:

Compartilhe esse artigo

A Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) investiga mais sete suspeitos de varíola dos macacos (Monkeypox). Na quarta-feira (29/6), foi confirmado o primeiro caso da doença no estado. 

 
Leia também: Sobem para 37 casos confirmados no Brasil

Trata-se de um homem de 33 anos, morador de Belo Horizonte. Ele chegou da Europa no domingo (26/6) e teve a confirmação da infecção atestada pelo Ministério da Saúde. Segundo a SES-MG, o paciente está estável, em isolamento domiciliar. 

Os casos que estão sob investigação são de dois pacientes em Belo Horizonte, um em Varginha, um em Pará de Minas, um em Juiz de Fora e dois em Sete Lagoas. De acordo com SES-MG, nenhum deles viajou para o exterior, mas é importante lembrar que já há comprovação de transmissão local da varíola dos macacos no Brasil.
Minas Gerais é o quarto estado com pacientes com a varíola dos macacos, que já havia sido diagnosticada em São Paulo, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul.

Sintomas e transmissão

Embora as lesões na pele sejam o sintoma mais reconhecível da varíola, elas não são a única forma de manifestação do vírus. A pessoa pode ter febre, inchaço nos gânglios e mal-estar antes mesmo das feridas cutâneas, que podem nem aparecer, inclusive.
 
Leia também: Varíola dos macacos: sintomas e prevenção 
 
A transmissão entre pessoas  pode ocorrer por contato com secreções respiratórias infectadas, lesões de pele ou com objetos e superfícies contaminadas.(Com informações de Bernardo Estillac)

O que você achou desse assunto?

Compartilhe esse artigo:

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

NOTÍCIAS RELACIONADAS

BH: Polícia Civil recupera R$ 1 milhão em jóias, relógios e outros objetos

Uma operação da Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) recuperou, nessa quinta-feira (18/8), objetos avaliados em R$ 1 milhão, furtados de dois apartamentos do bairro Serra, região Centro-Sul de...

Santa Casa de Piumhi fecha CTI por falta de verbas do Estado

A Santa Casa de Misericórdia de Piumhi fechou na quarta-feira (17/8) os atendimentos no Centro de Terapia Intensiva (CTI) por 90 dias. O motivo é a crise financeira....

Busto de Aleijadinho é depredado no Centro Histórico de São João del-Rei

Ato de vandalismo choca e preocupa moradores de São João del-Rei, na Região do Campo das Vertentes, em Minas Gerais, exatamente na semana em que o país celebra o...