Após nove anos, reforma de santuário em Ouro Preto está em fase final

Após nove anos, entra na fase final a reforma...

Bale dá arrancada e faz belo gol pelo Los Angeles na MLS; veja o vídeo

O galês Gareth Bale fez o segundo gol com...

Apple lança atualização para corrigir problemas em novo monitor

A Apple lançou uma atualização criada especificamente para corrigir...

Israel e palestinos negociam cessar-fogo; número de mortos sobe para 31

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - Israelenses e palestinos concordaram...

Líder da oposição considera “boa notícia” eventual demissão de Boris

Publicado em:

Compartilhe esse artigo

Em comunicado, Starmer considerou que o Reino Unido “não necessita de mudar de ‘tory’ (membro do Partido Conservador, cujo líder chefia o executivo)”, mas sim “de uma mudança completa de governo”.

O comunicado do Partido Trabalhista foi emitido depois das emissoras BBC e da Sky News terem anunciado que Boris Johnson vai apresentar hoje a demissão do cargo de líder do Partido Conservador.

Na quarta-feira, após as primeiras demissões de membros do Executivo, o primeiro-ministro disse que não iria abandonar o cargo.

Hoje, após mais demissões de membros do governo, incluindo a de uma ministra nomeada na véspera, o gabinete de Boris Johnson indicou que o chefe do executivo falará ainda hoje ao país.

Segundo as estações de televisão britânicas BBC e Sky News, Johnson vai apresentar hoje a “demissão de líder do Partido Conservador”, o que significa também demitir-se do cargo de chefe do governo.

Segundo Chris Mason, editor de Política da BBC, Boris Johnson deve se manter em funções até ao “outono”.

A nova ministra da Educação britânica, Michelle Donelan, nomeada na quarta-feira, anunciou a demissão do cargo e o novo ministro das Finanças, Nadhim Zahawi, também nomeado no mesmo dia, apelou a Boris Johnson para “se demitir”.

A nova ministra britânica da Educação apresentou hoje a demissão depois de ser conhecida a decisão do ministro para a Irlanda do Norte. 

Brandon Lewis demitiu-se hoje em protesto contra a continuidade do primeiro-ministro, Boris Johnson, sendo que mais de 40 membros do executivo apresentaram a demissão desde quarta-feira.

Pouco depois de se conhecer a decisão de Brandon Lewis, também apresentaram a demissão o secretário de Estado da Segurança, Damian Hinds, e a secretária de Estado do Tesouro, Helen Whateley, além da nova ministra da Educação.

 

O que você achou desse assunto?

Compartilhe esse artigo:

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Israel e palestinos negociam cessar-fogo; número de mortos sobe para 31

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - Israelenses e palestinos concordaram com uma trégua em Gaza a partir da noite desde domingo (horário local, 14h de Brasília), mediada pelo Egito, disseram...

Ataques de Israel na Faixa de Gaza deixam quase 30 pessoas mortas

O Ministério da Saúde da Faixa de Gaza informou neste domingo, 7, que a Operação Amanhecer – deflagrada pelas Forças Armadas israelenses contra possíveis ataques da Jihad Islâmica –...

Disputa dos direitos de Taiwan por EUA e China marca início de mais um capítulo da Guerra Fria 2.0

A visita da presidente da Câmara de Representantes dos Estados Unidos, Nancy Pelosi, a Taiwan deu início a mais um capítulo da Guerra Fria 2.0 e aumentou as tensões...