Bruno Reis pede que comissões da Câmara de Vereadores sejam reestabelecidas

O prefeito de Salvador, Bruno Reis (União), voltou...

Farmácias do interior de Minas sofrem tentativas de ‘assalto pelo telefone’

O golpe do assalto pelo telefone provocou pânico na...

Bombardeio russo próximo à central nuclear de Zaporizhia deixa ao menos 13 mortos

Ao menos 13 civis morreram após um bombardeio na...

Record convida Arthur do Val para participar de ‘A Fazenda’

O ex-deputado estadual Arthur do Val, também conhecido como...

Ditador da Belarus diz que país foi atacado pela Ucrânia, mas sem mostrar evidências

Escrito por Redação

Publicado em:

Compartilhe esse artigo

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – O ditador da Belarus, Aleksandr Lukachenko, disse neste sábado (2) que a Ucrânia disparou há três dias mísseis contra seu país. Na ocasião, os ataques teriam sido interceptados. O líder bielorusso não mostrou evidências que comprovem a afirmação e, até a publicação deste texto, Kiev não havia comentado a acusação.

“Eles estão nos provocando”, afirmou Lukachenko, que disse não haver tropas da Belarus no conflito da Ucrânia. Nos primeiros dias da guerra, porém, soldados russos que tentavam chegar a Kiev saíram da Belarus, ainda que não tenham conseguido conquistar a capital ucraniana.

Na semana passada, o presidente russo, Vladimir Putin, anunciou que Moscou entregará mísseis com capacidade nuclear a Minsk. O Iskander-M, que substituiu o míssil soviético Scud, tem alcance de até 500 quilômetros.

Na ocasião, Lukachenko disse que “Minsk deve estar preparada para tudo, inclusive para o uso de armamentos sérios para defender a nossa pátria”.

O que você achou desse assunto?

Compartilhe esse artigo:

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Bombardeio russo próximo à central nuclear de Zaporizhia deixa ao menos 13 mortos

Ao menos 13 civis morreram após um bombardeio na região de Dnipropetrovsk, no centro-oeste da Ucrânia, anunciou o governador Valentin Reznichenko, acrescentando que 11 pessoas ficaram feridas no ataque,...

Trump invoca 5ª emenda e não depõe em investigação da procuradoria de Nova York

O ex-presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, invocou a 5ª emenda – Constituição que oferece proteção contra a autoincriminação – e se recusou, nesta quarta-feira, 10, a responder perguntas...

Saiba o que pesa contra Trump na Justiça dos EUA

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Embora não tenha havido confirmação por parte do FBI, a operação de busca na casa de Donald Trump em Mar-a-Lago estaria associada à investigação...