Defesa Civil alerta para quedas de temperatura e ventania em São Paulo

A Defesa Civil de São Paulo, por meio do...

Pablo Marçal acusa PT de tentar sabotar sua candidatura: ‘Não cansa de roubar’

Nesta quarta-feira, o programa Pânico recebeu o empresário Pablo...

Exposição na sede da GGB apresenta 24 LGBTs ‘históricos’ da Bahia

Uma exposição na sede do Grupo Gay da...

Nos 110 anos de nascimento de Jorge Amado, relembre obras que inspiraram filmes

Jorge Amado, considerado um dos maiores escritores brasileiros,...

Viúva de Dom exige justiça “no significado mais abrangente do termo”

Escrito por Redação

Publicado em:

Compartilhe esse artigo

A dor e a revolta se misturam no velório de Dom Phillips, realizado neste domingo (26/6), no Rio de Janeiro. O jornalista foi assassinado na Amazônia ao lado do indigenista Bruno Pereira em circunstâncias que ainda estão sendo investigadas. O corpo dele será cremado em cerimônia restrita à família e amigos mais próximos.

No velório, a viúva de Dom, Alessandra Sampaio leu uma mensagem escrita pela família aos presentes e á imprensa. Ela garantiu que não vai deixar de lutar por justiça e nem pelas causas em que o marido acreditava. “Seguiremos atentos a todos os desdobramentos das investigações, exigindo justiça no significado mais abrangente do termo. Renovamos a nossa luta para que nossa dor e a da família de Bruno Pereira não se repitam. Como também as das famílias de outros jornalistas e defensores do meio ambiente que seguem em risco”, disse.

“Esse movimento mundial de solidariedade e justiça e de consciência pela conservação da natureza e dos povos que a protegem traz uma imensa esperança a todos nós”, completou.

A viúva ainda lembrou o quanto o marido era especial, “não apenas por defender aquilo que acreditava como profissional, mas também por ter um coração enorme e um grande amor pela humanidade.”

Alessandra ainda agradeceu “de coração a todas as pessoas que se solidarizaram com Dom, com Bruno, com nossas famílias e amigos aqui no Brasil e em outros países.” Sobre não ter levado o corpo do marido para a Inglaterra, Alessandra não teve dúvida: “Dom será cremado no país que amava, seu lar escolhido, o Brasil.”

Dom Phillips e Bruno Pereira faziam uma expedição na região do Vale do Javari, no Amazonas, e foram vistos pela última vez em 5 de julho Três homens já foram presos por terem participação no crime. A Polícia Federal investiga a participação de mais gente no crime.

O que você achou desse assunto?

Compartilhe esse artigo:

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Ciclone extratropical: o que é o fenômeno que causa chuvas e ventania

Um ciclone extratropical, fenômeno meteorológico responsável por causar fortes chuvas e ventos atua nesta semana em parte do Brasil, com os efeitos mais fortes entre 10 e 11 de...

Defesa Civil alerta para quedas de temperatura e ventania em São Paulo

A Defesa Civil de São Paulo, por meio do Núcleo de Gerenciamento de Emergência, emitiu, nesta semana, alerta para baixas temperaturas e fortes ventos nesta quarta-feira, 10, e quinta-feira,...

Em SP, moradores do Jabaquara denunciam aumento de assaltos

Moradores do bairro do Jabaquara, localizado na Zona Sul de São Paulo, denunciaram à Jovem Pan News uma situação de medo e insegurança com o aumento de crimes na...