Prefeitura de Salvador entrega conjunto habitacional Mar Azul em Tubarão

Moradores da localidade de Tubarão, no Subúrbio Ferroviário,...

Richarlison no Tottenham? América pode lucrar quantia milionária com venda

Clube revelador do atacante Richarlison, o América está de...

Missão Emelec: Atlético nunca perdeu jogo mata-mata de Libertadores em casa

O Atlético desperdiçou grande chance de sair em vantagem...

Américas têm 1,3 milhão de casos de covid na semana, alta de 14% ante a anterior

Diretora da Organização Pan-Americana de Saúde (Opas), Carissa Etienne...

Varíola dos macacos: Ministério da Saúde confirma sexto caso

Publicado em:

Compartilhe esse artigo

O Ministério da Saúde informou nesta quinta-feira (16/6) que mais um caso de varíola dos macacos (Monkeypox) foi notificado no país. De acordo com a pasta, o caso foi confirmado em São Paulo, após exame realizado pelo Instituto Adolfo Lutz.

Trata-se de um paciente de 28 anos, morador de Indaiatuba (SP), com histórico de viagem para a Europa. Ele está em isolamento e apresenta estado clínico estável, sem complicações. O caso é monitorado pelas secretarias de saúde municipal e estadual.

Até o momento, o Brasil tem seis casos confirmados, sendo quatro em São Paulo, um no Rio Grande do Sul e um no Rio de Janeiro. Treze casos suspeitos estão sendo investigados.

A varíola dos macacos é uma doença causada por vírus e transmitida pelo contato próximo/íntimo com uma pessoa infectada e com lesões de pele.

Segundo a Secretaria Estadual de Saúde, este contato pode se dar por meio de um abraço, beijo, massagens, relações sexuais ou secreções respiratórias. A transmissão também ocorre por contato com objetos, tecidos (roupas, roupas de cama ou toalhas) e superfícies que foram utilizadas pelo doente.

Não há tratamento específico, mas, de forma geral, os quadros clínicos são leves e requerem cuidado e observação das lesões. O maior risco de agravamento acontece, em geral, para pessoas imunossuprimidas com HIV/AIDS, leucemia, linfoma, metástase, transplantados, pessoas com doenças autoimunes, gestantes, lactantes e crianças com menos de 8 anos de idade.

O que você achou desse assunto?

Compartilhe esse artigo:

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Justiça julga greve dos ônibus como abusiva e determina retorno em SP

O Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região (TRT-2) avaliou a greve dos motoristas e cobradores de ônibus em São Paulo como abusiva e...

INSS detalha procedimentos para atendimento presencial

Portaria publicada pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) no Diário Oficial da União de hoje (29) detalha regras e procedimentos para o atendimento presencial nas agências...

Motoristas e cobradores de ônibus de SP voltam a fazer greve hoje

Devido à greve dos motoristas e cobradores de ônibus que ocorre desde a madrugada de hoje (29), a prefeitura de São Paulo suspendeu o...
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com