Tom Holland anuncia afastamento das redes sociais para cuidar da saúde mental

Tom Holland anunciou que irá ficar um tempo...

Baile Favellê reúne 25 artistas em apresentação exclusiva em Salvador 

Vinte e cinco artistas que integram o selo Favellê...

Filhote de baleia jubarte é encontrado morto na Praia de Ipitanga

Equipe do Projeto Baleia Jubarte esteve no...

Bia Haddad perde a final do WTA de Toronto para Simona Halep

A final do WTA 1000 de Toronto não...

Terra dos viados: conheça origem de lenda LGBQTIA+ em cidade na Bahia

Escrito por Redação

Publicado em:

Compartilhe esse artigo

Há cerca de 50 anos, numa cidade a 186 km de Salvador, nasceu uma lenda que apelidou o município de Riachão do Jacuípe como ‘Terra dos Viados’. A árvore barriguda é quem carrega o mito: se alguém se sentar embaixo de suas folhas, ‘troca’ de orientação sexual na hora. Mas como será que surgiu esse mito? As pessoas da cidade levam a crença até hoje? Como os LGBTQIA+ do município enxergam o mito?

A árvore da família das paineiras foi plantada em frente à Igreja Matriz de Riachão, onde permaneceu até 2017, quando teve sua morte decretada. Segundo o aposentado Amarílio Soares, conhecido como Tio Lio na cidade, o mito surgiu pois os veados – com E – eram atraídos pelos frutos da árvore, mas as pessoas confundiram as coisas e atribuíram um novo significado à história. 

Para contar tudo sobre o mito e seus desdobramentos, o primeiro episódio do novo podcast ‘Só se ouve na Bahia’ traz convidados do município que viveram – e deram a fama – a lenda da paineira. A jornalista Alana Rocha, mulher trans, divide momentos vividos embaixo da árvore. Chico Manfredini, líder do grupo gay de Riachão fala sobre o mito ser uma brincadeira e o repentista Deraldo de Lima faz uma homenagem à planta mais marcante de Riachão do Jacuípe. 

Como ouvir o podcast? Escolha o seu aplicativo favorito:

Para ouvir no Spotify, clique aqui.

Para ouvir no Apple Podcasts, clique aqui.

Para ouvir no Amazon Music, clique aqui

Para ouvir no Castbox, clique aqui.

Você também pode ouvir no player abaixo ou fazendo o download:

FICHA TÉCNICA:

Produção, narração e edição: Isis Cedraz

Supervisão: Jorge Gauthier

Trilha de abertura: Ricardo Cedraz e Daniel Dantas

Repente: Deraldo de Lima 

Entrevistados: Amarílio Soares, Alana Rocha, Chico Manfredini. 

QUE PODCAST É ESSE? Só se ouve na Bahia é uma produção mensal do CORREIO. Apresentado por Isis Cedraz, o podcast traz mensalmente histórias contadas pelo interior do estado, com os desdobramentos na cultura local.

csm isis cedraz 79ef1b477c
Foto: Acervo Pessoal

MAS O QUE É PODCAST? É um programa de áudio igualzinho a um de rádio, mas que você pode ouvir quando, onde e como quiser – pulando, pausando ou adiantando os trechos, se preferir. Basta ter um aplicativo de músicas (como Spotify), um aplicativo para podcasts (do Google ou da Apple) ou simplesmente dar o play na janela acima.

Conte também seu causo interiorano aqui! Mande um e-mail com a história para o endereço [email protected]

*Com supervisão do chefe de reportagem Jorge Gauthier 

O que você achou desse assunto?

Compartilhe esse artigo:

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Baile Favellê reúne 25 artistas em apresentação exclusiva em Salvador 

Vinte e cinco artistas que integram o selo Favellê Music subiram ao palco para um show exclusivo, na noite do último sábado (13), durante o Baile Favellê, realizado na...

Em dificuldades, Teatro Vila Velha se anima com possível ‘volta’ de Caetano Veloso

Dia 22 de agosto de 1964, Passeio Público, Campo Grande, Salvador, Bahia. O Brasil vivia os primeiros meses sob o regime de Ditadura Militar e a cidade ganhava...

Um dia para celebrar a democracia no Brasil

O dia 11 de agosto de 2022 vai ficar marcado como o dia em que o respeito à democracia e ao sistema eleitoral brasileiro foram celebrados. O ato...