Na abertura da 14ª rodada do Brasileirão, Internacional vence o Coritiba por 3 a 0

O duelo entre Internacional e Coritiba, no Beira-Rio, nesta...

STF conclui votação e torna ex-deputado federal Roberto Jefferson réu

O Supremo Tribunal Federal (STF) tornou o ex-deputado federal...

Cansada de receber multas, mulher rouba moto depois de vender e é presa

Uma mulher foi presa em Goiânia, nesta quinta-feira...

Brasil tem 17 casos confirmados para a varíola dos macacos

O Brasil registra, no momento, um total de 17...

São Paulo tem menos de 40% das crianças vacinadas contra gripe

Publicado em:

Compartilhe esse artigo

O estado de São Paulo está com menos de 40% das crianças vacinadas contra a gripe. A cobertura vacinal das gestantes e puérperas é ainda menor, de menos de 30%. A campanha de vacinação para esses grupos começou no início de maio e se encerra no dia 24 deste mês.ebcebc

A vacina contra a influenza está disponível para crianças de 6 meses a menores de 5 anos de idade. Apenas 1 milhão das mais de 2,6 milhões no estado buscaram os postos para se imunizar, ou seja, 39,6%. Já as gestantes e puérperas somam 140 mil pessoas, com 29% deste público vacinado.

“É fundamental que os pais e responsáveis levem os filhos para vacinar, evitando casos graves e até óbitos pela doença. Estamos em um período de baixas temperaturas, quando vemos um aumento nos hospitais dos pacientes com doenças respiratórias. Por isso, é muito importante que pais e responsáveis levem os filhos para vacinar”, diz o secretário de Estado da Saúde, Jean Gorinchteyn.

O total de vacinados contra a gripe no estado é de 7,5 milhões. Os idosos foram os que mais aderiram à campanha: 60% deles foram vacinados. Os trabalhadores da saúde (50,7%) formam o segundo grupo mais imunizado, seguido dos professores (36%).

Também podem se vacinar indígenas, pessoas com comorbidades, pessoas com deficiências permanentes, membros das forças de segurança e salvamento, Forças Armadas, funcionários do sistema prisional, população privada de liberdade, caminhoneiros, trabalhadores do transporte coletivo, rodoviário, urbanos e de longo curso, e trabalhadores portuários.

O que você achou desse assunto?

Compartilhe esse artigo:

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Termo prevê qualificação de profissionais de comunidades terapêuticas, diz SJDHDS

A formalização de um termo de colaboração do governo da Bahia e sete comunidades terapêuticas (veja aqui) terá, segundo a gestão estadual, uma...

São João em Salvador: Sesab aponta que atendimentos médicos em festas é pequeno

Uma das preocupações durante os festejos juninos são os atendimentos médicos. A festa de São João de Salvador, nos dois primeiros dias, teve...

SAJ: Médico do Hospital Regional explica plano para atender queimados

Com a chegada dos festejos juninos, é muito comum a prática do uso de fogos, seja daqueles mais fracos, aos mais potentes e...
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com