Homem acusado de agredir e ameaçar a ex é preso pela 2ª vez em seis meses

Um homem acusado de agredir e ameaçar a...

Palmeiras repudia manifestações racistas da torcida do Cerro Porteño

No duelo entre Cerro Porteño e Palmeiras, nesta quarta-feira,...

Santos marca no fim e busca empate com Deportivo Táchira na Sul-Americana

O Santos empatou por 1 a 1 com o...

Vasco perde jogo, invencibilidade e beneficia o líder Cruzeiro na Série B

O Vasco viu sua invencibilidade na Série B acabar...

Roma diz que Neto ‘tenta transferir responsabilidade do transporte para o governo federal’

Publicado em:

Compartilhe esse artigo

O pré-candidato ao Governo da Bahia, João Roma (PL), subiu o tom contra o ex-aliado e adversário no próximo pleito ACM Neto (União). O ex-ministro da Cidadania atribui a crise no transporte público de Salvador as ações de Neto.

 

“Para se eleger, o ex-prefeito ACM Neto dizia que Salvador podia andar com as próprias pernas. Agora a conta chegou para o povo e ele tenta transferir a responsabilidade do transporte público para o governo federal. A Bahia precisa de homens públicos firmes nas posições, que cumpram o que falam”, afirmou Roma.

 

Para Roma, é fácil criar o problema, deixar o povo da capital da Bahia sofrendo à espera de um ônibus que nunca chega para lhe levar ao trabalho, casa ou lazer, e depois transferir a responsabilidade para terceiros, como tenta o ex-prefeito agora, dizendo que já encontrou a crise no transporte público e a solução depende do governo federal.

 

O ex-ministro da Cidadania diz que, no caso de eleito, não vai terceirizar responsabilidades. “Com a Bahia de mãos dadas com o Brasil, eu vou encontrar uma rápida solução para o transporte público baiano, com a melhoria do serviço e a redução da tarifa para o usuário”, garante.

 

O pré-candidato do presidente Jair Bolsonaro assinala que a postura de ACM Neto de fugir da responsabilidade deixa claro que não há diferença entre ele e o PT, que age da mesma forma no governo estadual.

 

“Não dá para trocar seis por meia dúzia, como venho afirmando reiteradamente. A Bahia precisa de uma nova postura de governo, de homens públicos que encarem os problemas de frente, os enfrentem e os resolvam. Basta de conversa bonita para ganhar o voto e falta de coragem na hora de assumir a responsabilidade e resolver os problemas”, assevera Roma.

O que você achou desse assunto?

Compartilhe esse artigo:

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Votação da PEC que amplia auxílio Brasil e cria voucher para caminhoneiros é adiada

O presidente do Senado Federal, Rodrigo Pacheco, decidiu adiar a votação da PEC 1/22 para esta quinta-feira (30). A proposta amplia o Auxílio...

Caixa muda posição e diz que recebeu denúncias de assédio por canal

Depois da saída de Pedro Guimarães da presidência da Caixa nesta quarta-feira (29/6), motivada pelas denúncias de assédio sexual contra servidoras do banco, a...

Bolsonaro: ‘se a esquerda voltar, nunca mais deixará o poder no Brasil’

O presidente Jair Bolsonaro (PL) segue preocupado com uma possível derrota nas eleições de 2022. Em entrevista a Tucker Carlson da TV americana "Fox...
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com