Bolsonaro confirma Braga Netto como vice em sua chapa

O presidente Jair Bolsonaro (PL) confirmou, ao programa 4x4...

Mulher mata marido asfixiado e chama a polícia para se entregar

Um homem de 51 anos foi morto asfixiado pela...

Protestos no Equador já duram mais de duas semanas e causaram mais de R$ 500 milhões em prejuízos

Os milhares de manifestantes indígenas que seguem mobilizados em...

Tropicalismo, parceria com Caetano e governo Lula: Relembre a carreira e os 80 anos de Gilberto de Gil

Neste domingo, 26, Gilberto Gil, completa 80 anos. Bom...

Restos mortais encontrados em buscas são levados para Brasília

Publicado em:

Compartilhe esse artigo

A Polícia Federal (PF) informou, hoje (16), que os remanescentes humanos encontrados durante as buscas pelo indigenista Bruno Araújo Pereira e o jornalista inglês Dom Phillips foram levados para Brasília, onde serão periciados no Instituto Nacional de Criminalística para confirmação da identidade. ebcebc

Segundo a PF, os peritos responsáveis pelo trabalho embarcaram, às 10h, na aeronave da corporação para a capital federal. A expectativa é de que a aeronave chegue à capital federal às 18h, horário local.

Ontem (15), a PF confirmou que foram encontrados restos mortais durante as buscas que foram realizadas com a presença do pescador Amarildo da Costa Pereira, conhecido como “Pelado”. Ele confessou a participação no desaparecimento e indicou o local onde os corpos foram enterrados. 

Diante da confissão, a PF foi até o local, onde foi realizada a reconstituição da cena do crime. Durante as escavações, as equipes encontraram remanescentes humanos em uma área de mata fechada. 

O indigenista Bruno Araújo Pereira e o jornalista inglês Dom Phillips, correspondente do jornal The Guardian no Brasil estavam desaparecidos desde 5 de junho, na região do Vale do Javari, no oeste do Amazonas. 

De acordo com a coordenação da União das Organizações Indígenas do Vale do Javari (Univaja), Bruno Pereira e Dom Phillips chegaram na sexta-feira (3) no Lago do Jaburu, nas proximidades do rio Ituí, para que o jornalista visitasse o local e fizesse entrevistas com indígenas. 

Segundo a Unijava, no domingo (5), os dois deveriam retornar para a cidade de Atalaia do Norte, após parada na comunidade São Rafael, para que o indigenista fizesse uma reunião com uma pessoa da comunidade apelidado de Churrasco. No mesmo dia, uma equipe de busca da Unijava saiu de Atalaia do Norte em busca de Bruno e Dom, mas não os encontrou e eles foram dados como desaparecidos.

Manifestação

Mais cedo, a Fundação Nacional do Índio (Funai)  divulgou nota de pesar sobre o falecimento de de Pereira e Philips. Sobre Bruno Pereira, que fazia parte dos quadros da instituição desde 2010 e foi coordenador-geral de Índios Isolados e de Recente Contato (CGIIRC), a Funai comenta que o servidor deixa um imenso legado para a política de proteção de indígenas isolados e de recente contato. Segundo o órgão, o indigenista era considerado uma referência por colegas e por indígenas, com os quais construiu uma relação de amizade ao longo dos anos. “A fundação lamenta profundamente a perda e manifesta solidariedade aos familiares e colegas do indigenista. A instituição, em especial as equipes da CGIIRC e das Frentes de Proteção Etnoambiental, se despedem de Bruno com profunda admiração, respeito e carinho. A Funai também se solidariza com a família, amigos e colegas do jornalista britânico.”

Em resposta à nota de pesar emitida pela Funai, o presidente Jair Bolsonaro manifestou condolências às famílias das vítimas. “Nossos sentimentos aos familiares e que Deus conforte o coração de todos!”, disse Bolsonaro em redes sociais.

*Matéria atualizada às 16h57 para acréscimo da previsão de chegada do voo e às 17h53 para inserção de nota da Funai.

O que você achou desse assunto?

Compartilhe esse artigo:

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Familiares se despedem de Dom Phillips em funeral em Niterói

Familiares e amigos se despediram do jornalista Dom Phillips em um funeral realizado na manhã de hoje (26), em Niterói, na região metropolitana do Rio de Janeiro....

Gilmar Mendes testa positivo para Covid-19 e cancela participação presencial em Fórum Jurídico

O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), testou positivo para o coronavírus (Covid-19) neste domingo, 26, em Portugal. Por conta disso, ele...

Klara Castanho: hospital abre sindicância para apurar vazamento de dados

O hospital em que Klara Castanho ficou internada, na Região Metropolitana de São Paulo, informou, por meio de nota, que vai abrir uma sindicância...
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com