Bolsonaro diz que foi obrigado a dar ‘graça’ a Daniel Silveira

O presidente Jair Bolsonaro (PL) afirmou, neste domingo (26/6),...

AstraZeneca: validade estendida é eficaz e segura, diz professor da UFMG

Quem foi aos pontos de vacinação contra a COVID...

G7 anuncia que vai proibir importação do ouro russo

As quatro potências do G7 anunciaram, neste domingo, 26,...

Klara Castanho agradece apoio após revelar que foi estuprada e entregou bebê para adoção  

Klara Castanho usou suas redes sociais na manhã deste...

Questão sobre orientação sexual no Censo é ‘invasão de privacidade’, diz Janaína Paschoal

Publicado em:

Compartilhe esse artigo

Na última sexta-feira, dia 03, a Justiça Federal do Acre determinou que o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) inclua questões sobre orientação sexual e identidade de gênero no Censo Demográfico de 2022 e a decisão virou debate. Na edição deste domingo, 05, do Jornal da Jovem Pan, a deputada estadual de São Paulo, Janaína Paschoal (PRTB-SP) deu sua opinião sobre a decisão da Justiça. “O Censo é importante que seja feito. Mas perguntar para alguém sobre sua orientação sexual eu entendo que é uma invasão de privacidade, na verdade, invasão de intimidade. Nenhum cidadão é obrigado a responder sobre sua orientação sexual. Se é homossexual ou heterossexual, bissexual ou qualquer outra designação que se crie. Isso está na esfera da intimidade e as pessoas dizem ‘basta não responder’, mas o problema é que quando a pessoa se nega a responder, quem perguntou acaba criando alguma presunção. É importante a gente lembrar que esses modismos muitas vezes acabam prejudicando as pessoas que objetivam proteger”, disse. Perguntada se essa inclusão de questões não ajudaria na elaboração de políticas públicas para a população queer, a deputada discordou. “Que diferença faz saber o número de LGBTQIA+? Eu não vejo muita consistência real nessa tal necessidade de quantificar. E por outro lado é uma intervenção na intimidade. A pessoa pode querer que não saibam se ela é homossexual ou heterossexual. Acho que é mais uma questão ideológica do que uma necessidade de fato”, finalizou.

Leia também Homens armados matam ao menos 50 fiéis em igreja na Nigéria Papa Francisco reza pelas vítimas das chuvas em Pernambuco

O que você achou desse assunto?

Compartilhe esse artigo:

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Bolsonaro diz que anunciará Braga Netto como candidato a vice

Jair Bolsonaro (PL) afirmou na noite deste domingo (26/6) que vai anunciar “nos próximos dias” o ex-ministro Walter Braga Netto como vice em sua...

Bolsonaro diz que foi obrigado a dar ‘graça’ a Daniel Silveira

O presidente Jair Bolsonaro (PL) afirmou, neste domingo (26/6), que foi obrigado a conceder a "graça presidencial" ao deputado federal Daniel Silveira (PTB-RJ). A declaração...

‘Aqui não é comício’, diz Elba Ramalho em meio a gritos de ‘Fora, Bolsonaro’

A cantora Elba Ramalho interrompeu um coro de "Fora, Bolsonaro" do público durante show no Parque de Exposições, em Salvador, neste domingo. Ela...
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com