Salvador amplia 4ª dose de vacina contra Covid-19 para população com 18 anos ou mais

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) anunciou a...

Relação de gestores com contas reprovadas pelo TCE-BA tem 543 nomes; veja lista

Entre os gestores baianos, 543 deles estão na...

Na 5ª colocação, técnico do Londrina se mantém confiante no acesso: ‘Vamos jogo a jogo’

Atualmente na quinta colocação da Série B, com...

Jequié: PM apreende cerca de 130 quilos de maconha em bagageiro de ônibus turístico

128 tabletes de maconha foram apreendidos na noite...

Queria que ela fosse homem, diz Maitê Proença sobre Adriana Calcanhotto

Escrito por Redação

Publicado em:

Compartilhe esse artigo

RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) – Ser cancelado ao expor opiniões mais sinceras é um risco que se corre atualmente, e isso não assusta Maitê Proença. A atriz sempre falou abertamente sobre o que quis e, agora, quase um ano depois de seu namoro com Adriana Calcanhotto ter se tornado público, ela parece mais à vontade para incluir a vida amorosa no rol dos assuntos a serem abordados com naturalidade e sinceridade.


“Eu queria que ela [Adriana] fosse homem. Para essa atividade, sempre gostei mais de homem. Mas ela é mulher, gosto dela e aceito isso. Sei que as feministas e os LGBTs não vão gostar do que acabei de dizer, mas, honestamente, é assim, entendeu? Posso experimentar algo diferente para estar com ela”, contou Maitê à revista JP.


Na entrevista, ela volta a mostrar-se solidária a Regina Duarte, ex-secretária de Cultura de Jair Bolsonaro. “Fui muito criticada por defender a Regina. Continuo sem entendê-la porque esse governo se mostrou tão equivocado, tão contrário à nossa classe… Mas não vou patrulhar uma colega que convivi por 30 anos e sei que não é uma pessoa perversa. Achei horrível fazerem isso, sabe? O pensamento da Regina sempre foi diferente do meu, mas ela está intitulada a pensar o que bem entender”.


Regina era uma das funcionárias mais antigas da Globo quando decidiu romper seu contrato para servir ao bolsonarismo. Ela era funcionária da emissora há 50 anos e optou por sair. Já Maitê faz parte das extensa lista de estrelas dispensadas recentemente. No seu caso, em 2016, quando estava prestes a completar quatro décadas de crachá da Globo no peito.


Ok, é do jogo. Mas a Maitê o que é de Maitê. Ela está processando seus antigos empregadores. “Qualquer empresa tem o direito de mandar embora quem quiser, mas precisa pagar os devidos valores. No meu caso, são 37 anos sendo empregada ali, praticamente inaugurei a TV Globo com os precursores”, afirmou a atriz e escritora, que em agosto estreia presencialmente em São Paulo a peça “O Pior de Mim”.

O que você achou desse assunto?

Compartilhe esse artigo:

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Eduardo Bolsonaro faz mistério sobre encontro com Zé Neto e Cristiano

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PL-SP) provocou, nesta segunda-feira (15/8), os seguidores do Twitter sobre qual seria o vídeo assistido por ele, Zé Neto e Cristiano, além de Jair...

Ex-defensor da Lava Jato, Marcelo Serrado se encontra com Lula e declara apoio

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Protagonista da novela "Cara e Coragem" (Globo), o ator Marcelo Serrado se reuniu, na manhã desta segunda-feira (15), com Luiz Inácio Lula da Silva...

Carolina Dieckmann retorna o Brasil para participar de novela da Globo: ‘Vou passar um ano’

A atriz Carolina Dieckmann, 43, retornará à televisão na próxima novela das 19h da TV Globo: “Vai na Fé”. A produção deve estrear em janeiro de 2023 e deverá...