BH celebra Dia do Rio da Velhas com projeções em prédios do Centro

No dia 29 de junho é celebrado o...

G7 lança programa para investir US$ 600 bilhões em países em desenvolvimento

Os países do G7 lançaram um grande programa de...

‘Objetivo da prisão de Milton Ribeiro é constranger o governo e igualá-lo ao de Lula’, diz Bolsonaro

O presidente Jair Bolsonaro (PL) afirmou que o caso...

Empresas reduzem embalagens e qualidade para repassar custos

Cada vez mais empresas estão recorrendo à redução do...

Prévia de plano de governo de Lula prevê revogação do teto de gastos e se opõe à privatização da Petrobras

Publicado em:

Compartilhe esse artigo

O Partido dos Trabalhadores (PT) divulgou nesta segunda, 6, a prévia de um plano de governo para o caso de Lula ser eleito novamente para a presidência da República em 2022. No documento, o partido demonstra ter uma intenção de conduzir a economia de forma diferente à maneira liberal que vinha ocorrendo durante o governo Bolsonaro, com a intenção de revogar o teto de gastos da União, aprovado em 2016 durante a gestão de Michel Temer e mantido por Bolsonaro. Segundo o PT, revogar o teto seria necessário para “recolocar os trabalhadores no orçamento”. O partido também se opõe às privatizações de empresas públicas, como a Eletrobras, cujo processo já está adiantado, dos Correios e da Petrobras. “A Petrobras será colocada de novo a serviço do povo brasileiro e não dos grandes acionistas estrangeiros, ampliando nossa capacidade de produzir os derivados de petróleo necessários para o povo brasileiro, expandindo a oferta de gás natural e a integração com a petroquímica, fertilizantes e biocombustíveis”, diz o plano, que ainda diz que o petróleo extraído do pré-sal “será novamente um passaporte para o futuro”.

Outro ponto que mostra a diferença no programa econômico é que o PT diz desejar o fim da reforma trabalhista, que considera ter acabado com direitos dos trabalhadores. “Defendemos a construção de uma nova legislação trabalhista, a partir da negociação tripartite, que proteja os trabalhadores, recomponha direitos, fortaleça os sindicatos sem a volta do imposto sindical, construa um novo sistema de negociação coletiva e dê especial atenção aos trabalhadores informais e de aplicativos”, sinaliza a legenda. O PT ainda informou que tentará realizar uma reforma tributária que simplifique o sistema de impostos do Brasil e, ao mesmo tempo, taxe grandes fortunas – nesse ponto, o governo Bolsonaro fez proposta parecida, mas que encontra dificuldades para avançar no Congresso.

O que você achou desse assunto?

Compartilhe esse artigo:

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Partido de Bolsonaro crê que Aras vai matar no peito caso dos pastores

O PL, partido de Jair Bolsonaro, não está preocupado com as consequências criminais do caso dos pastores do MEC para o presidente. E há...

Vice-governadora de SC diz que Bolsonaro não mandou ela ir ‘para trás’

A vice-governadora de Santa Catarina, Daniela Reinehr (PL), disse que não recebeu ordem do presidente Jair Bolsonaro para se afastar dele durante evento realizado...

‘Objetivo da prisão de Milton Ribeiro é constranger o governo e igualá-lo ao de Lula’, diz Bolsonaro

O presidente Jair Bolsonaro (PL) afirmou que o caso do ex-ministro da Educação Milton Ribeiro, acusado de denúncias de corrupção enquanto esteve à frente...
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com