Thaciano volta ao Grêmio e ficará disponível a partir de 18 de julho

O volante Thaciano, ex-Bahia, está de volta ao...

Após bug em foto de Lula, bolsonaristas sugerem edição e petista apresenta ‘prova’

Um bug (erro) gerado por um recurso de...

Ex-BBB Carla Diaz relembra diagnóstico de câncer: “Precisei me fechar”

A atriz Carla Diaz usou as redes sociais na...

Consórcio que administra Maracanã proíbe faixas do Vasco

O consórcio Maracanã, que administra o estádio, impediu...

Parcela do Auxílio BH de junho é liberada nesta segunda-feira (20)

Publicado em:

Compartilhe esse artigo
O pagamento do mês de junho do Programa Auxílio Belo Horizonte está disponível nesta segunda-feira (20/6), para os representantes familiares que fazem aniversário nos meses de março e abril. O auxílio é liberado no aplicativo Caixa Tem, e começou na última sexta-feira (17/6), para os aniversariantes de janeiro e fevereiro. 
As parcelas dos pagamentos são liberadas no mês seguinte, após o representante familiar cadastrar no Auxílio BH.  A solicitação iniciou em novembro de 2021 e encerrou no dia 31 de março deste ano. Ao todo, foram liberados três subsídios para as famílias em situação de vulnerabilidade, sendo que os dois últimos são acumulados com o primeiro. 

Valores variam de acordo com a condição familiar 

No primeiro auxílio, o valor é de R$ 600, em seis parcelas consecutivas de R$ 100, destinados às famílias inscritas no cadastro único até 30 de junho de 2021 e que tenham renda per capta familiar até meio salário mínimo. Além disso, famílias de outros 19 grupos, referentes a pergunta três no Portal da Prefeitura de Belo Horizonte (PBH), independente da inscrição no cadastro único. 
O segundo subsídio financeiro também é no valor de R$ 600, em seis parcelas consecutivas de R$ 100, para as famílias inscritas no cadastro único até 30 de junho de 2021 em situação de pobreza — renda per capita familiar de até R$ 178. Neste caso, a família receberá dois auxílios, ou seja, um total de R$ 1200. Sendo assim, a parcela mensal será de R$ 200. 
Já o terceiro é voltado para as famílias matriculadas no cadastro único até o dia 30 de junho de 2021 em situação de extrema pobreza (renda per capta familiar de até R$ 89). Se atender esse critério, a família receberá dois subsídios, de R$ 600 e R$ 1200, ou seja, um total de R$ 1.800. Por isso, a parcela mensal será de R$ 300. 
Além disso, foi liberado o valor de R$ 100 mensais para famílias com estudante matriculado na Rede Municipal de Educação,  disponibilizado até a regularização da oferta de alimentação escolar. 

Confira o calendário do mês de junho

O que você achou desse assunto?

Compartilhe esse artigo:

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Visitantes têm acesso a exames médicos de graça na Expomontes

 Montes Claros, no Norte de Minas, estará em festa neste domingo, com a comemoração do Aniversário da Cidade – 165 anos de emancipação do...

Polícia prende empresário que torturou e matou homem com choques elétricos

A Polícia Civil de Araxá, no Alto Paranaíba, prendeu nesta sexta-feira (1°/7), o empresário Silvio Fernandes Machado, de 50 anos, suspeito de torturar dois homens com...

Deputado estadual é suspeito de causar acidente em BH após beber e dirigir

O deputado estadual mineiro Gustavo Santana, do PL, é suspeito de ter protagonizado um acidente de trânsito na madrugada deste sábado (2/7), em Belo...