Machine Gun Kelly parte copo no rosto e fica repleto de sangue em palco

Machine Gun Kelly protagonizou um momento insólito na noite...

SAJ: Assaltante morre de infarto após fugir da polícia; homem roubava em rodoviária

Um homem morreu após assaltar diversas pessoas no...

Justiça obriga Unifacs a criar setor para atender alunos por erros em sistema

Por decisão judicial, a Unifacs deverá criar um...

Copa 2 de Julho começa neste sábado em Salvador e Região Metropolitana

Maior competição de futebol de base do Brasil,...

Pai de ciclista morto no Dique do Tororó recupera bicicleta do filho

Publicado em:

Compartilhe esse artigo

O pai do ciclista morto durante um assalto no Dique recuperou a bicicleta do filho nesta segunda-feira (13). Eliecer Castro compareceu na Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos (DRFR), na Baixa do Fiscal, e retirou o veículo que havia sido localizado na sexta (10). 

De acordo com a Polícia Civil, a DRFR aprofunda as investigações do latrocínio de Rodrigo Castro após a recuperação da bicicleta levada pelos autores do crime. Demais detalhes não foram divulgados para preservar o sigilo necessário para a apuração do caso.

Crime
O ciclista e professor de educação física, de 24 anos, pedalava sozinho no Dique do Tororó, por volta das 21h do dia 1º de junho, quando foi baleado e morto. Segundo a Polícia Civil, Rodrigo foi vítima de assalto por dois ladrões que levaram a bicicleta.

“Ele estava com fone de ouvido e a gente foi conversando durante todo percurso. Como eu estava no plantão, dava para conversar tranquilo. Chegou o momento do percurso que só ouvi as pessoas que chegaram nele, ‘polícia, polícia’, cheguei a achar que era uma abordagem. Mas aí teve os tiros. A última coisa que ele falou foi ‘Ai, amor, tiro, tiro, tiro’. E acabou. Ele não falou mais, não respondeu, e a ligação continuou”, contou a namorada dele, Cíntia, à TV Bahia.

Alarmada, Cíntia acionou um amigo e a mãe do namorado e começaram a buscar por Rodrigo. Ela saiu do trabalho e foi até o HGE, mas já encontrou o namorado sem vida. “Fico indignada porque as pessoas estão matando as outras por nada. Por objetos, um celular, uma bicicleta”, lamentou.

Ele chegou a ser socorrido ao Hospital Geral do Estado (HGE), mas não resistiu aos ferimentos. Segundo os familiares, Rodrigo estava praticando ciclismo para treinar para um concurso da polícia.

csm rodrigo vitima dique 5218ebf151

Rodrigo também fazia trabalhos como modelo (Foto: Reprodução/Facebook)

Na última terça-feira (7), familiares e amigos participaram da missa de sétimo dia do professor de educação física, quando ele completaria 25 anos.

A cerimônia aconteceu na Igreja de São Pedro, na Piedade. O pai do ciclista, Eliecer, se emocionou durante a missa. Em entrevista à TV Bahia, ele contou que planejava uma festa de aniversário surpresa para o filho.

O que você achou desse assunto?

Compartilhe esse artigo:

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Clientes são roubados dentro de restaurante na Pituba

Clientes de um restaurante na Pituba passaram por sufoco na noite dessa quinta-feira (30). Eles foram roubados quando estavam dentro do estabelecimento. O...

Dom Cabral vai realizar estudo sobre ferrovia na Bahia

A mineração é o setor que mais dependente do transporte ferroviário devido às características físicas e operacionais da movimentação de cargas que gera,...

Operação ‘Luz da Infância’ prende 66 pessoas no Brasil e em 5 países

A Polícia Civil de 13 Estados deflagrou na manhã desta quinta-feira (30), a nona etapa da Operação Luz da Infância, para vasculhar endereços...