Thaciano volta ao Grêmio e ficará disponível a partir de 18 de julho

O volante Thaciano, ex-Bahia, está de volta ao...

Ex-BBB Carla Diaz relembra diagnóstico de câncer: “Precisei me fechar”

A atriz Carla Diaz usou as redes sociais na...

Consórcio que administra Maracanã proíbe faixas do Vasco

O consórcio Maracanã, que administra o estádio, impediu...

Moraes dá 15 dias para Magno Malta explicar declarações contra Barroso

Publicado em:

Compartilhe esse artigo

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), deu 15 dias para Magno Malta (PL), ex-senador e aliado do presidente Jair Bolsonaro (PL), explicar acusações feitas contra o também ministro Luís Roberto Barroso durante um evento conservador realizado no último final de semana, em São Paulo.

Em discurso no evento, Malta afirmou que Barroso é “defensor de ONGs abortistas” e “bate em mulher”. Além disso, o ex-senador falou sobre a atuação do ministro como advogado de defesa do ativista Cesar Battisti.

“Esse homem [Barroso] é sabatinado no Senado e, quando é sabatinado, a gente descobre que ele tem dois processos no STJ [Superior Tribunal de Justiça], na Lei Maria da Penha, sobre espancamento de mulher”, declarou o ex-parlamentar.

Mais sobre o assunto Eleições 2022 Magno Malta faz ataques ao STF em evento de Eduardo Bolsonaro. Vídeo Rodrigo Rangel Após ataques a Fux, militantes anti-STF miram evento com Toffoli Política Mourão minimiza ataques ao STF em protestos: “Liberdade de expressão” Guilherme Amado Ataques de Bolsonaro ao STF integram estratégia contra eleição; análise Após os ataques, Barroso apresentou uma queixa-crime contra Malta.

Na decisão, Moraes afirmou que as falas de Malta “assemelham-se, em acentuado grau, ao ‘modus operandi’ da organização criminosa” investigada pelo ministro no inquérito que apura a divulgação de notícias falsas por uma milícia digital.

Em nota, o ministro Luís Roberto Barroso afirma que o caso citado pelo ex-senador aconteceu em 2013 e que a mulher em questão apresentou uma ação contra diversos agentes públicos ligados ao Superior Tribunal de Justiça (STJ).

“A referida advogada, numa história delirante, dizia ter sido atacada moralmente na tribuna durante uma sustentação. O ministro nunca sequer viu a referida advogada. O fato simplesmente não aconteceu, vindo o recurso a ser arquivado. Não há qualquer vestígio de veracidade na fala de Magno Malta”, salientou.

Confira os ataques de Magno Malta a Barroso:

Receba notícias do Metrópoles no seu Telegram e fique por dentro de tudo! Basta acessar o canal: https://t.me/metropolesurgente.

O post Moraes dá 15 dias para Magno Malta explicar declarações contra Barroso apareceu primeiro em Metrópoles.

O que você achou desse assunto?

Compartilhe esse artigo:

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Após bug em foto de Lula, bolsonaristas sugerem edição e petista apresenta ‘prova’

Um bug (erro) gerado por um recurso de fotografia gerou uma teoria da conspiração entre os eleitores do presidente Jair Bolsonaro neste sábado...

Consórcio que administra Maracanã proíbe faixas do Vasco

O consórcio Maracanã, que administra o estádio, impediu o Vasco de exibir faixas institucionais na partida contra o Sport, pela 15ª rodada da...

Lula sobre PEC Kamikaze: ‘Igual sorvete: chupou, acabou’

 Em viagem a Salvador, Bahia, neste sábado (2/7), o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) criticou a Proposta de Emenda à Constituição (PEC)...