Servidores do BC manterão greve até segunda-feira

Em greve há quase três meses, os servidores do...

Ônibus do Boca Juniors é apedrejado antes de jogo contra o Corinthians

O ônibus que levou a delegação do Boca Juniors...

Fotos do uniforme da Adidas do Atlético vazam nas redes sociais; veja!

Vazaram, nesta terça-feira (28), nas redes sociais, fotos dos...

Filho de Datena não quer que pai se candidate, mas assume seu lugar na TV

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Joel Datena conta que...

Milton Ribeiro em 2021: ‘orgulho participar de governo que não é corrupto’

Publicado em:

Compartilhe esse artigo

“Orgulho em fazer parte de um governo que não é corrupto, respeita valores e princípios cristãos e valores e princípios democráticos”, publicou o então ministro, pastor Milton Ribeiro, em seu Twitter no dia 9 de setembro de 2021, quando ainda estava à frente da pasta.

Milton pediu demissão do cargo em março deste ano, após o vazamento de áudios, divulgados pelo jornal “O Estado de S. Paulo”, em dizia que o repasse de verbas deveria priorizar as cidades indicadas pelos pastores Gilmar Santos e Arilton Moura, a pedido do presidente Jair Bolsonaro. À época, o ministro reforçou a afirmação, em depoimento à Polícia Federal, que apenas obedecia ordens do presidente.

Já para a imprensa, o ministro divulgou uma nota na qual negava favorecer alguém no repasse de recursos.

 

“Diferentemente do que foi veiculado, a alocação de recursos federais ocorre seguindo a legislação orçamentária, bem como os critérios técnicos do Fundo Nacional do Desenvolvimento da Educação (FNDE)”, afirmou.

Dias antes do pedido de demissão, o presidente Bolsonaro afirmou que era uma covardia o que faziam contra Ribeiro e disse que “botaria a cara no fogo” por ele. Manifestação que foi endossada pela primeira dama, Michelle Bolsonaro, disse que “Deus provaria que ele (Milton) é uma pessoa honesta”.

Nesta quarta-feira (22/6), o ex-ministro da Educação foi preso preventivamente no litoral paulista.

 

O mandado é resultado da operação “Acesso Pago” da Polícia Federal e cita crimes de corrupção passiva, prevaricação, advocacia administrativa e tráfico de influência.

 

O pastor Gilmar Santos, um dos pastores que Milton deveria atender com prioridade a pedido do presidente, também foi preso. Um grupo de líderes religiosos evangélicos também está sendo investigado.

 

 

Operação “Acesso Pago”

 

Além do mandado preventivo destinado ao ex-ministro, outros 13 mandados de busca e apreensão e quatro mandados de prisão foram expedidos.

 

As determinações foram distribuídas pelos estados de Goiás, São Paulo, Pará e Distrito Federal.

 
Estão sendo cumpridos mandados de busca e apreensão nos endereços do ex-ministro e dos pastores Arilton Moura e Gilmar Santos.

 

A justiça determinou, ainda, medidas cautelares que proíbem o contrato entre investigados e envolvidos.
 
De acordo com a Polícia Federal, a investigação teve início após autorização do Supremo Tribunal Federal (STF), em razão do foro privilegiado de um dos investigados. A operação corre sob sigilo.
 
“O crime de tráfico de influência tem pena prevista de 2 a 5 anos de reclusão. São investigados também fatos tipificados como crime de corrupção passiva (2 a 12 anos de reclusão), prevaricação (3 meses a 1 ano de detenção) e advocacia administrativa (1 a 3 meses)”, explicou a PF em nota.

 

 

O que você achou desse assunto?

Compartilhe esse artigo:

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

‘Queríamos acabar com a má fase’, comemora Daniel após triunfo sobre o Brusque

Depois de duas rodadas, o Bahia reencontrou o caminho dos triunfos na Série B do Brasileirão. Na noite desta terça-feira (28), o tricolor...

Aliado de Neto e com filiados ligados a Bolsonaro, PSC quer focar em saída do PT

O foco do PSC deve ser a saída do PT do governo da Bahia. Apesar de ser aliado do ex-prefeito de Salvador ACM Neto...

Athletico-PR bate Libertad e abre vantagem nas oitavas da Libertadores

Com gol de Vitor Roque, estreante em competições internacionais, o Athletico-PR venceu o Libertad-PAR por 2 x 1, na Arena da Baixada, na noite...
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com