Devido orientação médica, Os Barões da Pisadinha cancelam shows em municípios da Bahia

A banda Os Barões da Pisadinha precisou cancelar...

Justiça condena ginecologista a 16 anos de prisão por abusar pacientes em consultas

A 1ª Vara Judicial da Comarca de Canguçu...

Autor do gol, Diego Torres vibra com vitória do Novorizontino sobre o Bahia

O Novorizontino surpreendeu o Bahia e venceu o...

Mesmo após fala pró-Kalil de Alckmin, Saraiva diz ser pré-candidato em MG

Publicado em:

Compartilhe esse artigo
Saraiva Felipe (PSB) reafirmou nesta segunda-feira (20/06) a pré-candidatura ao Governo de Minas nas eleições de 2022, em outubro. Na semana passada, o ex-governador de SP Geraldo Alckmin, indicado pelo PSB para ser o vice na chapa presidencial de Luiz Inácio Lula da Silva (PT), defendeu publicamente a vitória de Alexandre Kalil (PSD) na corrida ao Palácio Tiradentes.

Segundo Saraiva, que é ex-ministro da Saúde e ex-deputado federal, ainda não houve acerto do PSB com PT e PSD para a retirada da pré-candidatura própria e o apoio a Kalil. Por isso, segundo ele, o palanque próprio do partido está de pé.

“Para a candidatura de presidente da República não tem que ter acerto, o acerto foi nacional e anterior à minha candidatura. O partido apoia o Lula nacionalmente, em todos os estados. Em relação ao estado de Minas Gerais não, ainda não houve conversa, não houve acordo”, iniciou Saraiva, em entrevista ao Estado de Minas.
“Não posso dizer que estou propenso a um acordo, não. O PSB tem uma candidatura própria, a minha, e qualquer encaminhamento vai ter que ser feito por vias partidárias envolvendo o pré-candidato”, completou.
Saraiva teve a pré-candidatura lançada em 23 de maio. “O PT não teve nenhuma conversa com o PSB nem sobre encaminhamento da campanha. Eu acho que o diálogo, continuo dizendo, que o diálogo está escasso”, disse.

Elogios de Alckmin a Kalil

Na última quarta-feira (15), durante o primeiro evento público com Lula e Kalil, em Uberlândia, cidade do Triângulo Mineiro, Alckmin teceu elogios a um dos adversários de Saraiva: “Será, se Deus quiser, um grande governador de Minas Gerais. De mãos dadas, Lula e Kalil. A melhor parceria que nós teremos para Minas poder avançar ainda mais, e com os olhos bem abertos”.
Saraiva Felipe diz que ainda vai conversar com Alckmin em uma reunião no solo mineiro para definir o rumo do partido no estado. “Falei a semana passada com o governador Alckmin, com nosso pré-candidato, aliás, do PSB à Presidência da República. Ele assegurou que viria a Minas, viria também o presidente Carlos Siqueira, e nós teríamos uma conversa aqui. Note-se que o PSB não estava no palanque em Uberlândia”.
“No palanque não, é uma decisão da direção nacional do partido. Nem eu, nem o presidente não estava no palanque. Então, vou continuar insistindo: não houve um diálogo que incorporasse o PSB, que discutisse com o PSB por exemplo o encaminhamento da campanha no estado. Então, vigora a minha pré-candidatura e estou cada vez desenvolvendo mais contatos para torná-la mais forte”, completou.
Sobre a fala de Alckmin, Saraiva Felipe afirma que esta é uma situação que se vê em outros estados. “Essa fala do Alckmin, o problema está em vários estados, não é só aqui não”.
Quadro histórico do MDB, Saraiva se mudou para a legenda socialista em março deste ano. Ele trocou de legenda porque defende, explicitamente, o retorno de Lula ao Planalto — e sentia que, entre os emedebistas, ainda havia sobre os rumos que tomariam em direção ao pleito presidencial.

Inicialmente, Saraiva não tinha a pretensão de ser candidato. Prova disso é que o PSB tentou atrair Kalil no fim da janela partidária e, mesmo após ver o ex-prefeito de Belo Horizonte permanecer no PSD, sinalizou apoio à pré-candidatura dele ao governo. Uma ala formada por antigos pessebistas, porém, iniciou as articulações em prol da presença de um nome do partido na disputa estadual.

A disputa

Romeu Zema (Novo), Kalil, Carlos Viana (PL), Miguel Corrêa (PDT), Marcus Pestana (PSDB), Renata Regina (PCB), Lorene Figueiredo (Psol) e Vanessa Portugal (PSTU) se colocam como pré-candidatos na disputa pelo governo mineiro.
As eleições acontecem em 2 de outubro. Caso necessário segundo turno, ele ocorrerá no dia 30 do mesmo mês.

O que você achou desse assunto?

Compartilhe esse artigo:

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Polícia turca prende mais de 200 pessoas em marcha LGBTI+ em Istambul

Mais de 200 pessoas foram detidas pela polícia durante a Marcha do Orgulho LGBTI+ em Istambul, capital da Turquia, neste domingo (26/6). Forças de...

Vereador Mauro Zacher morre depois de mal súbito

O vereador de Porto Alegre Mauro Zacher (PDT) morreu aos 46 anos, na manhã deste domingo (26/06), em Fortaleza. A assessoria do político informou...
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com