Prefeito de Itaberaba rebate Rui e diz que gestão de hospital não será privatizada

O prefeito de Itaberaba, Ricardo Mascarenhas (PP), rebateu...

Feirenses presas na Tailândia ficaram isoladas em presídio por 2 semanas, diz site

As duas irmãs feirenses presas na Tailândia por...

Defensoria pede nova reinterpretação de norma de colégio militar sobre penteado de alunos

A Defensoria Pública da Bahia (DP-BA) quer que...

‘É o momento de ajudar e dar o meu melhor’, diz Matheus Bahia sobre volta ao time

O lateral-esquerdo Matheus Bahia voltou a ser figura...

Marinha vai investigar naufrágio que matou duas pessoas em Capitólio

Publicado em:

Compartilhe esse artigo

O Comando do 1º Distrito Naval da Marinha do Brasil vai instaurar um inquérito para investigar as causas, circunstâncias e responsabilidades do acidente que matou duas pessoas no início da noite desse sábado (18/06), no Lago de Furnas, região conhecida como Cachoeirinha, em Capitólio, na Região Sudoeste do estado.

 

Segundo a Marinha, a investigação é importante para reduzir a probabilidade de situações parecidas no futuro. “Concluído o inquérito e cumpridas as formalidades legais, o mesmo será encaminhado ao Tribunal Marítimo, que fará a devida distribuição e autuação, o qual dará vista à Procuradoria Especial da Marinha”.

 

Em nota, a Marinha informou que a Delegacia Fluvial de Furnas (DelFurnas) enviou imediatamente após tomar conhecimento da ocorrência uma Equipe de Busca e Salvamento (SAR) ao local, a fim de prestar o apoio necessário.

 

Quando a equipe chegou, as vítimas já haviam sido socorridas e duas pessoas tinham morrido. 

 

A Marinha também informou que os proprietários e condutores das duas embarcações que se envolveram no acidente serão notificados para que prestem esclarecimentos sobre o ocorrido e “providenciem a reflutuação da embarcação”. 

A Polícia Civil de Minas Gerais também abriu inquérito pra investigar o acidente.

O prefeito de Capitólio, Cristiano Silva, disse em rede social que “a Prefeitura lamenta o ocorrido e se solidariza com as famílias e amigos das vítimas.”

O que você achou desse assunto?

Compartilhe esse artigo:

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Incêndio na Serra do Cipó: brigadas voluntárias combatem focos

Brigadas voluntárias combateram focos de incêndio na Serra do Cipó nessa sexta-feira (1/7), entre o Alto Palácios e a Serra dos Alves. "Nem...

Minas é o estado com mais registros de feminicídios, aponta levantamento

Minas Gerais é o estado com maior número de registros de feminicídios em todo o país no ano passado. As informações são do levantamento...

Fogo na Serra do Cipó liga alerta para risco em alta nas reservas

Perigo da temporada da seca, que costuma ser ampliado pela ação humana, muitas vezes de forma criminosa, está de volta às matas de Minas...