Tiririca define candidatura à Câmara e escolhe novo número nas urnas

O humorista e deputado federal Tiririca (PL-SP) definiu que...

Bolsonaro inicia campanha pela reeleição no local onde levou facada em 2018

O presidente da república, Jair Bolsonaro (PL), escolheu...

Margareth Menezes leva seu Eletroacústico ao Domingo no TCA

Foi no Teatro Castro Alves (TCA) que ela...

Acidente de carro faz poste cair atravessado em pista de Stella Maris

Um acidente de trânsito provocou a queda de um poste...

Lira: ‘Faremos de tudo’ para Bolsonaro ter a maior votação do Nordeste

Escrito por Redação

Publicado em:

Compartilhe esse artigo
O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), afirmou nesta terça-feira (28/6) que apoiará o presidente Jair Bolsonaro (PL) em seu projeto de reeleição. A declaração ocorreu durante a cerimônia de entrega dos residenciais Parque da Lagoa, Alameda do Farol e Alameda Jatiúca, em Maceió (AL), na qual se referiu a Bolsonaro como “meu amigo”.
“Aqui nós vamos fazer de tudo para o senhor ter a maior votação proporcional do Nordeste no Brasil”, disse. Assim como o chefe do Executivo, Lira criticou a Petrobras e saiu em defesa da redução de Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) para combustíveis afirmando saber da “agonia” do presidente a cada vez que a estatal aumenta os preços.
“Nesse tempo de polarização política e muito ódio disseminado, nós não podemos nos curvar às versões e fake news que tentam impor toda dificuldade a um governo que pensa no seu povo e naqueles que são menos favorecidos. A nossa luta no Congresso ao lado do presidente é para baixar o preço da energia porque eu sei a agonia que ele passa, naquele gabinete, todas as vezes que a Petrobras vai anunciar um aumento. Eu chego lá no gabinete dele e ele está angustiado, amargurado. E todo o nosso esforço para baixar o ICMS, de todos os governadores para baixar o preço da gasolina, da energia e dos transportes. Nós temos que cobrar. O povo tem que ter essa essencialidade nos serviços”, bradou.
Lira confirmou ainda que a intenção do governo com o projeto é de que o vale-gás passe a ser mensal. Ele também comentou sobre o possível aumento no Auxílio Brasil de R$ 400 para R$600.
“Essa semana nasce no Congresso, junto com o presidente Bolsonaro, a ideia do governo de dar a todos os integrantes do Renda Brasil mais R$ 200 para ajudar nesse sofrimento para aprovarmos o dobro do vale-gás para os mais necessitados. Quem recebe um botijão a cada dois meses vai receber um botijão de gás a cada mês”, acrescentou.
O presidente da Câmara disse que fará de tudo para que o projeto seja aprovado. “O presidente Bolsonaro e o Congresso estão atentos e nós vamos votar e fazer tudo o que for possível para que Bolsonaro consiga aprovar, junto conosco, nesta semana, a PEC que vai fazer com que tudo que falei aqui aconteça para as pessoas mais carentes.”

“Em favor da família e do povo brasileiro”

Lira aproveitou para exaltar os feitos da gestão Bolsonaro, dizendo que “quem trabalha com o coração para servir não se preocupa muito com publicidade”: “Só no seu governo foram liberadas 17 mil casas de 2019 para cá”. E defendeu que, em meio à pandemia da covid-19, o chefe do Executivo “não deixou faltar vacina”.
O senador Fernando Collor de Mello (PTB-AL), presente no evento, fez votos de que Bolsonaro seja reeleito. O ex-presidente da República também participou de uma motociata pelas ruas de Maceió junto com ele.
“Vocês todos estão aqui, pelo amor que vocês têm ao lema Deus, Pátria, Família, e Liberdade, é isso que nos une nesse momento: os nossos corações, as nossa emoções, as nossa esperanças de que Bolsonaro estará conosco a partir do ano que vem para mais um mandato, porque ele deve continuar a realizar esse trabalho em favor da família e do povo brasileiro.”
 
 

ICMS

o presidente Bolsonaro destacou, no evento, a aprovação do projeto de lei que estabelece um teto para a cobrança de Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) sobre combustíveis, energia elétrica, dentre outros.
“Veio a inflação, mas estamos lutando contra ela. A grande colaboração veio da Câmara e do Senado. Infelizmente, não foi por unanimidade, mas a grande maioria votou para diminuir o imposto estadual chamado ICMS nos combustíveis e também na energia elétrica. Veja a conta de luz de vocês hoje em dia, veja o percentual cobrado de ICMS e veja, no mês que vem, quanto irá cair na conta de luz de vocês”, disse, sendo ovacionado por apoiadores.
SAIBA MAIS

O que você achou desse assunto?

Compartilhe esse artigo:

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Tiririca define candidatura à Câmara e escolhe novo número nas urnas

O humorista e deputado federal Tiririca (PL-SP) definiu que irá se candidatar à reeleição para um possível quarto mandato na Câmara dos Deputado e escolheu um novo número para...

Bolsonaro inicia campanha pela reeleição no local onde levou facada em 2018

O presidente da república, Jair Bolsonaro (PL), escolheu o local exato onde levou uma facada em 2018 para fazer o seu primeiro discurso na corrida pela reeleição. Nesta...

Assaltantes devolvem celular e dinheiro após descobrir que vítima era esposa de líder do PCC

Criminosos que roubaram celular e dinheiro de uma mulher na marginal Tietê, em São Paulo, devolveram os pertences após descobrirem que a vítima era Cynthia Giglioli Herbas Camacho,...