Posse de Moraes no TSE amanhã deve reunir Lula e Bolsonaro

O evento no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que marcará...

130 kg de maconha são apreendidos em bagageiro de ônibus em Jequié

A Polícia Militar apreendeu cerca de 130 quilos...

Vivendo do Ócio festeja 16 anos de estrada com show em setembro

A banda baiana Vivendo do Ócio completa 16...

Vítima diz que Gabriel Monteiro apontou arma para ela durante sexo

Uma das quatro vítimas que acusam de estupro...

Laje: Justiça derruba decreto da prefeitura que proibia queima de fogueiras

Escrito por Redação

Publicado em:

Compartilhe esse artigo

A Justiça acatou, na quarta-feira (22), uma ação promovida pela Ordem dos Advogados do Brasil – Seção Bahia (OAB-BA), e suspendeu um decreto da Prefeitura de Laje que proibia fogueiras durante o São João na cidade.

 

O decreto assinado pelo prefeito Binho de Mota (PSD), no último dia 10, proibia a queima com a justificativa de que realizou uma pavimentação de 4 km de ruas da cidade e que as fogueiras poderiam causar dano ao asfalto. Além disso, o gestor também destacou a incidência maior de problemas respiratórios por conta das fogueiras.

 

Na decisão, a juíza Cynthia de Araújo Lima Lopes argumentou que os “festejos juninos se figuram como uma das manifestações culturais de maior relevância no Nordeste do Brasil, sendo a fogueira um dos seus mais importantes símbolos e forma de celebração”.

 

A magistrada ainda acrescenta que “não existe embasamento técnico que ampare as alegações da prefeitura sobre o suposto dano ao logradouro público recém asfaltado ou de riscos à segurança e à saúde pública”.

 

Com a decisão da magistrada, a medida deve ser cumprida em 24 horas.

O que você achou desse assunto?

Compartilhe esse artigo:

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Prazo para registro de candidaturas se encerra nesta segunda

Termina nesta segunda-feira (15) o prazo para os partidos políticos, as federações e as coligações darem entrada no registro de candidatos a presidente e a vice-presidente da República,...

Operação resgata gestante de trabalho escravo doméstico que nunca recebeu salário

Uma mulher foi resgatada de trabalho escravo doméstico, na cidade de Santa Terezinha, no Recôncavo baiano. De acordo com membros da operação, a mulher, que está grávida de...

Empresa é condenada a indenizar por obrigar vendedores a dançar ‘Conga la conga’

Uma empresa de telefonia e duas empresas terceirizadas deverão pagar R$ 150 mil de indenização a 22 vendedores obrigados a imitar a Gretchen, dançando "Conga la conga", além...