Diogo Mainardi diz que desistiu do Brasil e que não vai mais escrever em site

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O jornalista Diogo Mainardi...

Acordos com outras categorias elevaram vencimentos em até 11,8%, alega prefeito

O prefeito Bruno Reis (União) reforçou, nesta quarta-feira...

Paulo Afonso: Foragido por estupro é o primeiro preso com auxilio do Reconhecimento Facial

Um homem com mandado de prisão por estupro...

MP-BA cria grupo para enfrentamento da varíola dos macacos e cobra ações do Lacen

O Ministério Público da Bahia (MP-BA) criou um...

Justiça condena ginecologista a 16 anos de prisão por abusar pacientes em consultas

Escrito por Redação

Publicado em:

Compartilhe esse artigo

A 1ª Vara Judicial da Comarca de Canguçu condenou o médico ginecologista Cairo Roberto de Ávila Barbosa a 16 anos e cinco meses de prisão por violação sexual de nove pacientes, em Canguçu, Rio Grande do Sul. Segundo o g1, Cairo cumpre prisão preventiva desde junho de 2021 e a sentença foi proferida na quinta-feira (23) e divulgada nesta sexta-feira (24).

Os crimes teriam acontecido entre 2012 e 2017 tanto no consultório de Barbosa quanto no hospital em que ele trabalhava. A juíza Hélen Fernandes Paiva diz que as vítimas “relataram terem a sensação de que o procedimento adotado era, no mínimo, estranho, contudo, não tiveram a certeza de que se tratava de um abuso sexual, já que tentaram acreditar no procedimento adotado pelo renomado médico”.

“Inviável acatar a tese de que houve consentimento por parte das vítimas, justamente em razão da fraude empregada, que impossibilitava a imediata identificação do abuso sofrido, levando as vítimas a acreditarem, ou esforçarem-se para acreditar, que o que estava acontecendo era normal”, declarou a magistrada. Além  da pena  privativa de liberdade, ele terá que indenizar cada uma das vítimas em R$25 mil.

O que você achou desse assunto?

Compartilhe esse artigo:

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

TCU entrega lista com 6.791 nomes inelegíveis por reprovação de contas

O presidente em exercício do Tribunal de Contas da União (TCU), ministro Bruno Dantas, entregou hoje (10) ao presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Edson Fachin, a relação com os...

MP-BA cria grupo para enfrentamento da varíola dos macacos e cobra ações do Lacen

O Ministério Público da Bahia (MP-BA) criou um grupo de trabalho para acompanhar as ações de enfrentamento da varíola dos macacos. O grupo chamado de Monkeypox - nome...

Ouvidoria da Mulher promete combater violência de gênero

O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ) inaugurou hoje (10) sua Ouvidoria da Mulher, canal voltado para o atendimento especial a mulheres vítimas de todas as...