Bahia de Feira terá reforços para visitar o URT em Minas Gerais

O Bahia de Feira terá dois reforços para...

Inter derrota Coritiba por 3 x 0 e entra no G-4 do Brasileirão

Com organização tática e ótimo toque de bola, o...

Conta de luz sem reajuste: Aneel mantém bandeira verde no mês de julho

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) anunciou, na...

Ifab autoriza cinco substituições por partida de forma permanente

Publicado em:

Compartilhe esse artigo

A International Football Association Board (Ifab, sigla em inglês), órgão responsável por determinar as regras do futebol, anunciou nesta segunda-feira que as cinco substituições para cada equipe durante os jogos serão permanentes. A medida passa a valer a partir do dia 1º de julho.

A mudança na quantidade de alterações nas partidas foi anunciada pela Ifab durante a 136ª Assembleia Geral Anual, em Doha, no Catar, sede da Copa do Mundo. Gianni Infantino, presidente da Fifa, disse, porém, que a regra não está confirmada para o Mundial deste ano.

O aumento de três para cinco alterações passou a valer em 2020, quando a pandemia da covid-19 eclodiu e os calendários foram adaptados com um grande número de jogos para compensar os meses de confinamento. Em outubro do ano passado, integrantes da Ifab deram a opção para as ligas aprovarem ou não a mudança.

A medida já havia sido prorrogada até 31 de dezembro deste ano após “análise global do impacto atual da covid no futebol”, segundo a entidade. A Premier League, responsável por organizar o Campeonato Inglês, havia voltado a aplicar somente as três alterações, mas já havia confirmado a volta das cinco mudanças na temporada 2022/23. No Brasileirão, as cinco mudanças ainda estão em vigor para os treinadores durante os jogos.

Anteriormente, a International Board já havia autorizado o aumento de 23 para 26 atletas a serem relacionados para uma partida, aumentando o número máximo de reservas de 12 para 15. Com a mudança, os técnicos das seleções poderão convocar 26 jogadores, e não mais 23, para a Copa do Catar.

Impedimento semiautomático

Outro ponto debatido na assembleia em Doha é a aplicação da detecção semiautomática do impedimento, que a Fifa planeja adotar a partir da Copa do Catar – quatro anos após o VAR, assistente de vídeo, dar as caras no Mundial da Rússia. De acordo com Infantino, a avaliação da tecnologia “continua” e é “muito satisfatória” até o momento.

“Nossos especialistas vão examinar antes de decidir se utilizaremos ou não no Mundial”, comentou Infantino. O ex-árbitro Pierluigi Collina, responsável pelo apito no jogo do pentacampeoanto da seleção brasileira, em 2002, e atualmente no cargo de presidente da Comissão de Árbitros da Fifa, declarou ter “confiança” sobre o uso da tecnologia na Copa.

A adoção da marcação semiautomática de impedimentos tem como objetivo dar mais agilidade às partidas e diminuir o tempo de checagem do VAR. O sistema é baseado em câmeras usadas para exibição das partidas na televisão, assim como em câmeras específicas, que determinam a posição exata dos jogadores no gramado, permitindo assinalar de maneira mais ágil qualquer irregularidade.

O que você achou desse assunto?

Compartilhe esse artigo:

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

MPF pede bloqueio de R$ 113 milhões dos envolvidos na tragédia da Chapecoense

Quase seis anos após o trágico acidente aéreo da Chapecoense, muitas famílias ainda lutam para receber indenizações. O caso ganhou um novo capítulo em...

Vitória só venceu um adversário nordestino nesta Série C

Oito dos 20 clubes que disputam a Série C do Brasileiro são do Nordeste. Mais tradicional entre eles, o Vitória vem deixando a...

Em ‘jogo de seis pontos’, Agnaldo Liz quer Juazeirense fazendo o dever de casa no Adautão

Mais do que um encontro entre times baianos, o técnico Agnaldo Liz destacou a importância do embate entre Juazeirense e Jacuipense, pela 11ª...
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com