Embratur vai promover Patrimônios Históricos do Brasil no exterior

A Agência Brasileira de Promoção Internacional do Turismo (Embratur),...

Samba de terreiro abre a série Saraus Cariocas, no Rio

Começou hoje (30), no Arquivo Geral da Cidade do Rio de Janeiro,...

Feira de Santana: Bolsonaro leva Roma em garupa durante motociata

Apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (PL) deram início...

Atlético e Cruzeiro compartilham marcas esportivas pela 1ª vez

Com o lançamento nesta sexta-feira dos uniformes do Atlético...

IBGE irá recorrer de decisão judicial que determinou inclusão de perguntas sobre orientação sexual no Censo

Publicado em:

Compartilhe esse artigo
img2323424.190602

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) informou nesta segunda 6, que irá recorrer da decisão da Justiça Federal do Acre que determinou a inclusão dos campos “orientação sexual” e “identidade de gênero” entre as perguntas a serem feitas durante o Censo 2022. Em uma nota curta, a entidade informou apenas que “todas as perguntas serão respondidas nos autos”. As perguntas deveriam entrar no questionário feito à população por determinação do juiz Herley da Luz, que acatou pedido de liminar do Ministério Público Federal (MPF) na última sexta, 3, e determinou um prazo de 30 dias para que o IBGE informasse que providências está tomando para incluir as questões. O MPF fez o pedido por considerar que seria importante ter dados para poder formar políticas públicas da área; o IBGE argumentou que cabe ao órgão decidir as questões relevantes a serem incluídas no questionário, a complexidade de operacionalização do Censo e a natureza sensível e privada das questões. O magistrado não concordou com os argumentos do Instituto, por considerar que já há questões sensíveis que são feitas e já há cuidados e proteção suficientes para estas.

O que você achou desse assunto?

Compartilhe esse artigo:

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Samba de terreiro abre a série Saraus Cariocas, no Rio

Começou hoje (30), no Arquivo Geral da Cidade do Rio de Janeiro, a série Saraus Cariocas, promovida pela Secretaria de Governo e Integridade Pública da prefeitura. Na última quinta-feira...

Lei do assédio ainda não protege mulheres, mesmo em vigor há duas décadas

O olhar indiscreto, o convite insistente, o gesto inconveniente, a proposta incômoda — são alguns dos sinais do assédio sexual. Embora exista uma lei...

Barroso prorroga suspensão de despejos e desocupações até depois das eleições

Famílias que tiveram problemas com os pagamentos de imóveis durante a pandemia ganharam mais prazo para acertar as prestações. Isso porque o ministro do...