Governo publica exoneração de Pedro Guimarães

A demissão de Pedro Guimarães da presidência da...

Na Praia volta em novo endereço e com programação para toda a família

Após dois anos de hiato, o Na Praia volta...

Dono de boliche acusado de homofobia é perito da Polícia Federal

Um dos donos do estabelecimento Capitão Boliche, denunciado por...

CPI em Uberlândia investiga contratos da Secretaria de Saúde

Uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) vai investigar contas...

Guedes cobra estados a “botar a mão no bolso” e “ajudar o Brasil”

Publicado em:

Compartilhe esse artigo

O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse nesta quinta-feira (9/6) que os governadores precisam abrir mão da arrecadação e “botar a mão no bolso” para “darem uma contribuição para o Brasil”.

A declaração foi feita durante a 2ª edição do Fórum da Cadeia Nacional de Abastecimento, promovido pela Associação Brasileira de Supermercados (Abras).

Em sua fala, Guedes disse que o governo federal transferiu cerca de R$ 500 bilhões aos estados e que está na hora de os governadores “darem uma contribuição”.

“Estamos transferindo recursos o tempo inteiro para estados e municípios. Está na hora de os governadores darem uma contribuição para o Brasil. Está na hora de ajudarem o Brasil. Eles passaram três anos recebendo dinheiro nosso. Dezenas de bilhões, centenas de bilhões”, afirmou.

O ministro disse que “o momento é de guerra” e que o país precisa estar “unido”.

“Tínhamos todos que contribuir um pouco, e é a primeira vez que os estados vão botar a mão no bolso. Até hoje, eles só receberam. Não deram nada. Está na hora de botar a mão no bolso e ajudar o Brasil”, acrescentou.

Mais sobre o assunto Eleições 2022 PT é contra proposta de redução da cobrança de ICMS sobre combustíveis Política “Acho que os governadores serão solidários”, diz Bolsonaro sobre ICMS Política Relator lê parecer de PL que fixa ICMS; votação será na segunda (13/6) Política Relator mantém compensação de ICMS para estados sem dívida com a União ICMS A cobrança de Guedes aos governadores ocorre em um momento em que o Congresso Nacional discute o projeto de lei que estabelece uma alíquota máxima para o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) sobre combustíveis, transporte rodoviário e energia.

Na semana passada, a Câmara dos Deputados aprovou a proposta, que seguiu para análise dos senadores. De acordo com o texto, produtos como energia elétrica, combustíveis, comunicações e transportes coletivos passam a ser classificados como essenciais e indispensáveis, o que proíbe estados de cobrarem taxa superior à alíquota geral de ICMS, que varia entre 17% e 18%. Até agora, a proposta previa apenas uma compensação em caso de perda de arrecadação superior a 5%.

O ICMS é um imposto estadual e compõe o preço de boa parte dos produtos comercializados no Brasil. Os governadores são contra a proposta em discussão no Parlamento. Eles argumentam que, se aprovada, a mudança na alíquota do imposto pode representar uma perda de R$ 100 bilhões em arrecadação.

Guedes, porém, afirmou que o governo estima que a compensação aos estados custe entre “R$ 25 bilhões e R$ 50 bilhões”.

Receba notícias do Metrópoles no seu Telegram e fique por dentro de tudo! Basta acessar o canal: https://t.me/metropolesurgente.

O post Guedes cobra estados a “botar a mão no bolso” e “ajudar o Brasil” apareceu primeiro em Metrópoles.

O que você achou desse assunto?

Compartilhe esse artigo:

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Dono de boliche acusado de homofobia é perito da Polícia Federal

Um dos donos do estabelecimento Capitão Boliche, denunciado por homofobia nessa segunda-feira (27/6), é perito contábil da Polícia Federal em Brasília e se chama...

CPI em Uberlândia investiga contratos da Secretaria de Saúde

Uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) vai investigar contas da Secretaria Municipal de Saúde de Uberlândia, no Triângulo Mineiro. Na manhã desta quarta-feira (29/6) houve...

Carla Zambelli é condenada a indenizar deputadas do PSOL por associá-las à ‘esquerda genocida’

A deputada federal Carla Zambelli foi condenada a indenizar duas colegas da Câmara dos Deputados após declarações nas redes sociais associando as parlamentares ao...
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com