Na Praia volta em novo endereço e com programação para toda a família

Após dois anos de hiato, o Na Praia volta...

Dono de boliche acusado de homofobia é perito da Polícia Federal

Um dos donos do estabelecimento Capitão Boliche, denunciado por...

CPI em Uberlândia investiga contratos da Secretaria de Saúde

Uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) vai investigar contas...

Varíola dos macacos: MG deve ‘evitar transmissão’, diz especialista

O primeiro caso de monkeypox - agente responsável por...

Fiocruz inaugura centro para processar dados de saúde de brasileiros

Publicado em:

Compartilhe esse artigo

A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) inaugurou hoje (9), no Parque Tecnológico da Bahia, o primeiro datacenter destinado ao processamento de dados administrativos e de saúde do Brasil. A estrutura facilitará a realização de alguns dos maiores estudos populacionais do mundo, com informações de mais de 130 milhões de pessoas.ebcebc

O centro de processamento de dados, como também é chamado o datacenter, se destina a integrar os dados produzidos sobre a saúde da população brasileira com o objetivo de ampliar a capacidade de análise de dados do Centro de Integração de Dados e Conhecimentos para Saúde (Cidacs/Fiocruz).

O Cidacs, que possui o maior estudo de saúde populacional do mundo, se dedica a investigar o impacto de políticas sociais e de saúde na população, utilizando informações de brasileiros pertencentes a famílias com baixa renda.

“O datacenter aumenta nossa capacidade de absorver novos projetos de pesquisa e dá mais agilidade aos projetos em curso”, disse o coordenador do Cidacs, Mauricio Barreto, em nota.

A vice-coordenadora,  Maria Yury Ichihara, destaca que com o novo centro “poderemos vincular novas bases de dados de programas sociais, como o Criança Feliz, o Censo Escolar e a Relação Anual de Informações Sociais e aprofundar a análise de determinantes sociais e impactos de políticas em eventos de saúde em extratos populacionais e eventos raros”.

Este é o primeiro datacenter instalado em container no Brasil, o que permite que seja deslocado com facilidade, bem como garante seu funcionamento de forma independente. Além de agregar sistemas computacionais, a estrutura possui gerador de energia próprio – o que permite maior segurança e estabilidade na análise das informações -, assim como sistemas de segurança.

*Estagiária sob a supervisão de Mario Toledo

O que você achou desse assunto?

Compartilhe esse artigo:

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Resolução regulamenta telemedicina veterinária no país

Resolução do Conselho Federal de Medicina Veterinária (CFMV) que regulamenta o uso de telemedicina para a prestação de serviços veterinários foi publicada no Diário...

Rio de Janeiro confirma quinto caso de varíola dos macacos

A Secretaria Estadual de Saúde do Rio de Janeiro confirmou hoje (29) o quinto caso de varíola dos macacos (monkeypox) no estado. Segundo nota divulgada pela...

Fiocruz de Salvador desenvolve índice para medir desigualdade social na pandemia

O Centro de Integração de Dados e Conhecimentos para Saúde da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), sediado em Salvador, desenvolveu índice que possibilita a...
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com