Governo publica exoneração de Pedro Guimarães

A demissão de Pedro Guimarães da presidência da...

Na Praia volta em novo endereço e com programação para toda a família

Após dois anos de hiato, o Na Praia volta...

Dono de boliche acusado de homofobia é perito da Polícia Federal

Um dos donos do estabelecimento Capitão Boliche, denunciado por...

CPI em Uberlândia investiga contratos da Secretaria de Saúde

Uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) vai investigar contas...

Estado de São Paulo confirma o primeiro caso de varíola dos macacos no Brasil

Publicado em:

Compartilhe esse artigo

A Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo divulgou comunicado nesta quinta-feira, 9, em que confirmou o primeiro caso de varíola dos macacos no Brasil. A prefeitura da capital paulista já havia informado ontem que um homem de 41 anos foi diagnosticado com o vírus, mas faltava a análise do Instituto Adolfo Lutz. O exame RT-PCR deu negativo para o vírus Varicela Zoster (causador da catapora e da herpes zoster). Já a análise metagenômica do material genético confirmou o genoma do vírus da varíola dos macacos.

O homem, que não teve a identidade revelada, mora na cidade de São Paulo e esteve recentemente em Portugal e na Espanha, países que lidam com surto da doença. Ele está internado no Instituto de Infectologia Emílio Ribas (zona oeste da capital), em bom estado clínico, de acordo com a secretaria. Todos os contatos do paciente estão sendo monitorados pelas equipes de vigilância sanitária do Estado. A capital paulista ainda tem outro caso suspeito, de uma mulher de 26 anos. Ceará, Mato Grosso do Sul, Rio Grande do Sul, Rondônia e Santa Catarina também acompanham possíveis infectados.

Os principais sintomas da doença — que já teve casos positivos em países da África Ocidental e Europa, além de Estados Unidos, Canadá e Argentina — aparecem de 7 a 21 dias após a infecção. Os pacientes costumam apresentar febre, dores de cabeça e musculares, inchaço dos gânglios linfáticos e erupções cutâneas. As feridas iniciam-se no rosto e depois se espalham por outras partes do corpo. O contato próximo entre seres humanos costuma ser a principal via de transmissão da varíola dos macacos, mas pode ocorrer através do compartilhamento de roupas pessoais, roupas de cama, tosses e espirros.

O que você achou desse assunto?

Compartilhe esse artigo:

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Flávio Bolsonaro classifica denúncias contra Pedro Guimarães como ‘gravíssimas’

A Caixa Econômica Federal mudou de liderança nesta quarta-feira, 29. Após denúncias de assédio sexual, Pedro Guimarães renunciou ao cargo de presidente e Daniella...

Caixa admite que recebeu denúncias de assédio contra Pedro Guimarães

A Caixa Econômica Federal confirmou, nesta quarta-feira, 29, que recebeu relatos de assédio sexual na instituição. Em nota, o banco afirmou que investiga o...

Mãe de Henry volta para a cadeia após passar 3 meses em prisão domiciliar

Monique Medeiros, mãe de Henry Borel, foi transferida na manhã desta quarta-feira (29/6) para o Presídio de Benfica, na Zona Norte do Rio de...
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com