Spotify cria ‘playlists’ personalizadas para os fãs de ‘Stranger Things’

A quarta temporada de ‘Stranger Things’ é já considerada...

Deslizamento de terras no Peru deixa cerca de 150 casas soterradas

O pânico e o desespero apoderaram-se dos habitantes do...

Está estressado? Veja 20 formas para se ver livre

Acorda estressado, toma o café da manhã estressado, fica...

Machine Gun Kelly parte copo no rosto e fica repleto de sangue em palco

Machine Gun Kelly protagonizou um momento insólito na noite...

‘Espero que Supremo faça julgamento técnico e não político, diz Francischini

Publicado em:

Compartilhe esse artigo

O Supremo Tribunal Federal (STF) marcou a sessão para analisar a cassação do mandato do deputado estadual Fernando Francishini (União-PR). Em entrevista exclusiva à Jovem Pan, Francischini disse não saber quais serão os votos dos ministros, mas afirmou que não existe legislação sobre fake news. “Eu não sei o voto dos outros ministros. Eu sei que estamos do lado da lei. No meu caso, com a falta de lei. Não existe legislação sobre fake news. A legislação eleitoral é muito clara, inclusive na Constituição, de que você não muda a regra do jogo depois dele ser encerrado. Criaram uma jurisprudência três anos depois da minha eleição”, disse Francischini. “Espero que o Supremo faça um julgamento técnico e jurídico, e não um julgamento político. […] Eu ainda confio no Supremo. […] Eu não acredito no que se fala por ai. Eu tenho que acreditar na Justiça e em seu poder máximo. Vamos ver na terça-feira”, continuou. O deputado foi cassado no ano passado por divulgação de fake news sobre o sistema de votação. O julgamento deve acontecer na terça-feira, 7, durante sessão sessão extraordinária do plenário virtual.

O que você achou desse assunto?

Compartilhe esse artigo:

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Lula indica que não vai disputar reeleição se for eleito: ‘Só tenho quatro anos’

O candidato do PT ao Palácio do Planalto do PT, Luiz Inácio Lula da Silva, indicou que não deve disputar a reeleição em...

RJ: Câmara põe sigilo sobre atuação de Carlos Bolsonaro na pandemia

Rio de Janeiro – A Câmara dos Vereadores do Rio de Janeiro negou um pedido de acesso a registros de participação remota de Carlos...

PEC Kamikaze: Novo deve ir ao STF contra a proposta

O Partido Novo deve ingressar com uma  Ação Direta de Inconstitucionalidade no Supremo Tribunal Federal (STF) contra a PEC Kamikaze, aprovada nesta quinta (30) no Senado....