AstraZeneca: validade estendida é eficaz e segura, diz professor da UFMG

Quem foi aos pontos de vacinação contra a COVID...

G7 anuncia que vai proibir importação do ouro russo

As quatro potências do G7 anunciaram, neste domingo, 26,...

Klara Castanho agradece apoio após revelar que foi estuprada e entregou bebê para adoção  

Klara Castanho usou suas redes sociais na manhã deste...

Luva de Pedreiro afirma que teve WhatsApp e TikTok hackeados e acusa empresário

O influenciador digital Iran Ferreira, conhecido como Luva de...

Eduardo Bolsonaro diz que STF é ‘vergonha’, critica Pacheco e afirma que Doria ‘chora no banho’

Publicado em:

Compartilhe esse artigo

Nesta sexta-feira, 10, o programa Pânico recebeu o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PL-SP). Em entrevista, ele criticou os posicionamentos do Senado diante de decisões do STF nos casos Daniel Silveira e Allan dos Santos. “A melhor resposta que a gente poderia dar antes de uma reforma seria nas urnas, elegendo senadores que se identificariam com essa pauta, com a coragem de colocar adiante uma abertura de processo de impeachment”, disse. “Quando o Rodrigo Pacheco, presidente do Senado, fala que não vai abrir os processos de impeachment, ele está dando conforto para Alexandre de Moraes prender deputados como Daniel Silveira, líderes partidários como Roberto Jefferson, fechar canais de comunicação como Terça Livre, exilar jornalistas como o Allan dos Santos, prender jornalistas como  o [Oswaldo] Eustáquio. O que está acontecendo no Brasil tem que chegar no exterior. Sim. Isso é uma vergonha, só aconteceria numa ditadura igual Coreia do Norte e Cuba.”

Deputado federal mais votado da história do Brasil, Eduardo aposta que, nas eleições de 2022, crescerá na política o número de parlamentares conservadores e economicamente liberais. “Acho que o brasileiro está muito mais consciente do papel do Congresso Nacional. Eu, inclusive, acredito que esse ano terá uma eleição onde serão eleitos ainda mais deputados e senadores de um perfil conservador ou liberal na economia”, apostou. Ele ainda opinou sobre a saída de João Doria da disputa presidencial deste ano e afirmou que o ex-governador sonha em ser como Jair Bolsonaro. “Ele estava fazendo o papel dele de oposição, só que apelava, tinha uma birra pessoal com o presidente. Tudo que Bolsonaro falava A, ele fazia B. Ficava nessa picuinha. Hoje em dia, como ele não consegue sair nas ruas, deve chorar no banho. Ele queria muito ser o Bolsonaro, mas jamais será.”

Com o recente caso das mortes em operação policial na Vila Cruzeiro, no Rio de Janeiro, o parlamentar chamou atenção para os desejos da população nas pautas de segurança pública. Para ele, o público teme criminosos e está em desacordo com medidas de ressocialização. “A gente olhava o grande telejornal e achava que aquilo era verdade. Hoje em dia trocou. As pessoas vão na internet confirmar se aquilo é verdade. As narrativas são tão escancaradas que é fácil de reverter isso expondo a realidade”, analisou. “A população quer bandido na cadeia, ele causa o terror, causa pânico. Essas medidas de audiência de custódia, progressão de regime e saidinha vai revoltando a população. A gente sabe o que quer, quer ser um país de primeiro mundo. Quando o cara rouba e comete um crime, ele vai para a cadeia”, concluiu.

Leia também Barroso determina que governo adote medidas para que jornalista e indigenista sejam encontrados Segunda Turma do STF derruba decisão de Nunes Marques e mantém cassação de deputado bolsonarista Confira na íntegra a entrevista com Eduardo Bolsonaro:  

O que você achou desse assunto?

Compartilhe esse artigo:

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Bolsonaro diz que anunciará Braga Netto como candidato a vice

Jair Bolsonaro (PL) afirmou na noite deste domingo (26/6) que vai anunciar “nos próximos dias” o ex-ministro Walter Braga Netto como vice em sua...

Bolsonaro diz que foi obrigado a dar ‘graça’ a Daniel Silveira

O presidente Jair Bolsonaro (PL) afirmou, neste domingo (26/6), que foi obrigado a conceder a "graça presidencial" ao deputado federal Daniel Silveira (PTB-RJ). A declaração...

‘Aqui não é comício’, diz Elba Ramalho em meio a gritos de ‘Fora, Bolsonaro’

A cantora Elba Ramalho interrompeu um coro de "Fora, Bolsonaro" do público durante show no Parque de Exposições, em Salvador, neste domingo. Ela...
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com