‘Arraiá do Aconchego’ reúne multidão no 1º dia em Candeias 

A reestreia do 'Arraiá do Aconchego' nesta quinta-feira...

MP diz que vai investigar denúncias a Fundação Doutor Jesus

O Ministério Público da Bahia (MP-BA) informou que...

Altos-PI terá mudança para receber a visita do Vitória

O Altos-PI não poderá contar com o meio-campista...

Dom e Bruno: embaixador pede desculpas à família por confirmar morte

Publicado em:

Compartilhe esse artigo
O embaixador brasileiro no Reino Unido, Fred Arruda, pediu desculpas, nesta terça-feira (14/6), à família de Dom Phillips por informar incorretamente que a Polícia Federal (PF) havia encontrado o corpo do jornalista e do indigenista Bruno Pereira. 

Na manhã de segunda-feira (13/6), um funcionário da embaixada ligou para o cunhado e a irmã de Phillips para informá-los de que os corpos do jornalista britânico e do especialista indígena brasileiro haviam sido encontrados amarrados a uma árvore, uma semana depois que os dois desapareceram no Amazonas.
 
LEIA TAMBÉM: 

 Dom e Bruno: indigenista foi demitido da Funai após denunciar garimpeiros

A informação foi divulgada pela esposa de Dom Phillips. Logo em seguida, a PF  afirmou não ter encontrado nenhum corpo.
Segundo o jornal britânico The Guardian, onde Dom trabalhava, nesta terça-feira, o embaixador Fred Arruda escreveu à família Phillips para retirar a declaração da embaixada.

LEIA TAMBÉM: ‘Corpos estavam amarrados em árvore’, conta cunhado de Dom Phillips

 
“Lamentamos profundamente que a embaixada tenha passado à família ontem informações que não se mostraram corretas”, disse Arruda.
O embaixador brasileiro disse ainda que a equipe estava “enganada” por informações recebidas de “oficiais investigadores”.
Durante a conversa, Arruda  insistiu que “a operação de busca vai continuar, sem poupar esforços”.
“Nossos pensamentos permanecem com Dom, Bruno, vocês e os outros membros de ambas as famílias”, disse o embaixador.

O indigenista brasileiro Bruno Araújo Pereira e o jornalista inglês Dom Phillips, colaborador do jornal The Guardian, desapareceram no último dia 5.

Esposa disse que corpos foram encontrados

A esposa do jornalista Dom Phillips afirmou, na segunda-feira (13/6), que a Polícia Federal (PF) encontrou os corpos do jornalista e do indigenista Bruno Pereira.

As autoridades ainda não confirmaram a informação, que foi reveladapelo jornalista André Trigueiro, da GloboNews.
No domingo, a PF disse que foram encontrados, um cartão de saúde com nome de Bruno e outros itens dele e de Dom Phillips. 
Durante a tarde, os bombeiros informaram ter encontrado uma mochila, um notebook e um par de sandálias na área onde são feitas as buscas pelo jornalista inglês e pelo indigenista no interior do Amazonas.

PF negou

O Comitê de crise coordenado pela Polícia Federal do Amazonas informou que “não procedem” as informações sobre a localização dos corpos do jornalista Dom Phillips e do indigenista Bruno Pereira.
“Conforme já divulgado, foram encontrados materiais biológicos que estão sendo periciados e os pertences pessoais dos desaparecidos. Tão logo haja o encontro, a família e os veículos de comunicação serão imediatamente informados”, informou a PF em nota. 

Declaração de Bolsonaro

O presidente Jair Bolsonaro (PL) disse que os “indícios levam a crer que fizeram alguma maldade” com o jornalista e com o indigenista.
 
“Pelo prazo, pelo tempo, já temos hoje oito dias, indo para o nono dia que isso tudo aconteceu, vai ser muito difícil encontrá-los com vida. Eu peço a Deus que isso aconteça, que os encontremos com vida, mas os informes, os indícios levam para o contrário no momento”, disse o presidente em entrevista à rádio CBN de Recife (PE), nesta segunda-feira (13/06). 

O que você achou desse assunto?

Compartilhe esse artigo:

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Ministério da Saúde vai debater condutas e diretrizes em casos de aborto

O Ministério da Saúde planeja realizar uma audiência pública na próxima semana para discutir condutas e diretrizes em casos de abortos no Brasil. Em...

‘Precedente perigoso’: decisão de aborto nos EUA preocupa ativistas

A decisão da Suprema Corte dos Estados Unidos na manhã desta sexta-feira (24/6)  que acabou com a garantia do direito ao aborto legal no...

Queijo Canastra é eleito o melhor do mundo segundo ranking internacional

Produzido no sudeste de Minas Gerais, o Queijo Canastra foi eleito o melhor do mundo pelo site americano “The Taste Atlas”. A iguaria brasileira...
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com