Machine Gun Kelly parte copo no rosto e fica repleto de sangue em palco

Machine Gun Kelly protagonizou um momento insólito na noite...

SAJ: Assaltante morre de infarto após fugir da polícia; homem roubava em rodoviária

Um homem morreu após assaltar diversas pessoas no...

Justiça obriga Unifacs a criar setor para atender alunos por erros em sistema

Por decisão judicial, a Unifacs deverá criar um...

Copa 2 de Julho começa neste sábado em Salvador e Região Metropolitana

Maior competição de futebol de base do Brasil,...

Delegado ouvido como testemunha de defesa diz que Gabriel Monteiro cometeu crime

Publicado em:

Compartilhe esse artigo

O delegado Luís Armond, titular da delegacia do Recreio dos Bandeirantes, na zona oeste do Rio de Janeiro — que investiga o caso do vídeo íntimo postado nas redes sociais em que o vereador Gabriel Monteiro (PL) faz sexo com uma menor de idade — foi ouvido pela Comissão de Ética da Câmara Municipal do Rio na última terça-feira, 21, como testemunha de defesa do parlamentar. Ele afirmou que o vídeo publicado configura um delito e disse ficar surpreso pela convocação, desconhecendo o motivo de ter sido apresentado como testemunha de defesa.

O presidente do Conselho de Ética da Câmara Municipal, Chico Alencar (PSOL), chamou a convocação do delegado de “tiro no pé”. “A filmagem e o armazenamento, e o delegado disse que isso, por si só, filmagem, já configura um delito, em investigação ainda preliminar, porque faltam as testemunhas na sede do inquérito policial, de estupro. Portanto, é um cenário bastante nebuloso, complicado e com alguns elementos probatórios substantivos, disse o delegado”, pontuou Alencar.

Ainda segundo Chico Alencar, um policial militar que atuaria na escolta de Monteiro e teria participado da gravação de um vídeo do vereador com uma pessoa em situação de rua teria confirmado aos integrantes do Conselho de Ética que recebeu uma oferta de remuneração financeira para quem participasse dos vídeos do parlamentar. Além de vereador, Gabriel Monteiro é youtuber e possui milhões de seguidores nas redes sociais. Ele é alvo de uma representação por quebra de decoro parlamentar e acusado de praticar vários crimes como abuso moral, físico, psicológico e sexual. Monteiro nega todas as acusações, dizendo que é alvo de uma conspiração. A Câmara Municipal do Rio de Janeiro entra em recesso em julho e o parecer do presidente do Conselho de Ética sobre o caso só deve ser apresentado em agosto. Em seguida, o parecer deverá ser apreciado por todos os integrantes do Conselho, que decidem se dão ou não prosseguimento à investigação.

*Com informações do repórter Rodrigo Viga

O que você achou desse assunto?

Compartilhe esse artigo:

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Lei do assédio ainda não protege mulheres, mesmo em vigor há duas décadas

O olhar indiscreto, o convite insistente, o gesto inconveniente, a proposta incômoda — são alguns dos sinais do assédio sexual. Embora exista uma lei...

Barroso prorroga suspensão de despejos e desocupações até depois das eleições

Famílias que tiveram problemas com os pagamentos de imóveis durante a pandemia ganharam mais prazo para acertar as prestações. Isso porque o ministro do...

Ministério da Justiça deflagra nona fase da Operação Luz na Infância

O Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP) deflagrou hoje (30) a nona fase da Operação Luz na Infância, destinada ao combate à exploração...