Acelen reduz preços do diesel e da gasolina na refinaria em meio a diminuição do ICMS

A Acelen, empresa que administra a Refinaria Mataripe...

Câmara: bancada do PSB quer benefícios permanentes na PEC dos Auxílios

A bancada do PSB na Câmara dos Deputados apresentou,...

De volta ao Mapa da Fome, Brasil tem 60 milhões com insegurança alimentar

Desafio para muitas nações, o acesso à alimentação e...

Joaquim Barbosa: ‘Forças Armadas devem permanecer quietinhas’

O ex-ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa,...

Criança baleada na cabeça passa por cirurgia em São Sebastião do Paraíso

Publicado em:

Compartilhe esse artigo
Um menino de sete anos baleado dentro de casa em São Sebastião do Paraíso, no Sudoeste de Minas, passou por cirurgia e segue em estado grave na Santa Casa da cidade. O tiro teria sido disparado pelo irmão, de 11 anos, que encontrou a arma do pai.
 
Segundo a Polícia, o menino foi atingido durante uma brincadeira com um revólver encontrado por crianças em casa na tarde dessa sexta-feira (17/6). A arma seria do pai, que trabalha como segurança. A pistola calibre 22 estaria guardada, mas foi achada depois que o homem saiu de casa.
 
Em depoimento à Polícia, a mãe do menino contou que quatro crianças acharam a arma. Em dando momento, de forma acidental, o irmão de 11 anos teria feito o disparo.  Ao escutar o barulho, a mulher socorreu a criança.
 
“Chegaram a falar que a arma tinha caído no chão quando houve o disparo. Tudo indica que tenha sido disparado de forma acidental pelo irmão. Mas estamos aguardando o laudo da perícia”, explica o delegado Rafael Gomes.

Cirurgia

 
A bala atingiu a nuca, atravessou o cérebro e ficou alojada. A criança foi levada em estado grave à UPA da cidade. Na sequência, passou por cirurgia para a retirada do projétil.
 
“O pessoal da UPA entrou em contato com a gente solicitando apoio dos bombeiros. Chegando ao hospital, a criança já estava em inconsciente sendo atendida. A criança sofreu uma parada cardiorrespiratória e depois de estabilizada, a criança foi removida para a Santa Casa”, contou Sargento do Corpo de Bombeiros, Hebert Henrique Divino.

Inquérito

 
A Polícia Civil abriu um inquérito para investigar o caso. O pai das crianças, que não tem porte de arma, segue foragido.

O suspeito deve responder por posse ilegal de arma de fogo e omissão de cautela, por ter deixado o revolver ao alcance de crianças.

Ainda segundo a Polícia, o homem tem um mandado de prisão em aberto expedido pela Justiça Federal do Rio Grande do Norte. O crime seria de estelionato.

O que você achou desse assunto?

Compartilhe esse artigo:

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

‘Estamos cumprindo nossa missão ao aprovar o plano’ diz prefeito de BH

O prefeito Fuad Noman (PSD) celebrou a assinatura do plano de ação que tem como objetivo a realização de obras e ações para colocar...

Briga entre traficantes em Betim acaba com um baleado e outro preso

Uma tentativa de homicídio entre traficantes acabou com um homem ferido e outro preso na noite dessa quarta-feira (06/7), em Betim, na Região Metropolitana...

Serra do Curral: comissão internacional faz visita para avaliar riscos

Uma comissão de especialistas vai visitar a Serra do Curral, nesta quinta-feira (7/7), para verificar in-loco as ameaças ambientais e patrimoniais que podem representar...