Com hat-trick de Morata, Atlético de Madrid goleia Juventus em amistoso

O Atlético de Madrid não tomou conhecimento da Juventus,...

Cônsul da Alemanha no Rio é preso por suspeita de matar o marido

O cônsul da Alemanha na cidade do Rio de...

Colônia domina Schalke e vence em sua estreia no Campeonato Alemão

O Colônia recebeu o Schalke, neste domingo, e saiu...

China expande exercícios em áreas a norte de Taiwan, e ilha critica desinformação

GUARULHOS, SP (FOLHAPRESS) - Os exercícios militares promovidos pela...

CPI em Uberlândia investiga contratos da Secretaria de Saúde

Publicado em:

Compartilhe esse artigo
Uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) vai investigar contas da Secretaria Municipal de Saúde de Uberlândia, no Triângulo Mineiro.
 
Na manhã desta quarta-feira (29/6) houve a primeira reunião com os membros já definidos para escolha de relator e presidente.
 
Durante os trabalhos, o vereador Murilo Ferreira (Rede) questionou a escolha de dois de seus colegas na comissão por terem passado junto a entidades subvencionadas pelo Município.
 
O objetivo da CPI é investigar valores gastos com o setor da saúde do Município de Uberlândia.
 
Segundo o requerimento para a comissão, assinado por nove dos 27 vereadores, a apuração é necessária porque o serviço de saúde na cidade é ineficiente e não haveria transparência nem facilitação da compreensão da informação nos contratos de gestão.
 
Outros pontos questionados são o convênio de gestão municipal com a Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina (SPDM) e com a Missão Sal da Terra, além de contratações diretas feitas pela secretaria de saúde.
 
Foram aprensentados questionamentos sobre os gastos que a SPDM tem para manter o serviço em Uberlândia, como R$ 50 mil para um escritório de advocacia em São Paulo e outros R$ 200 mil mensais para uma empresa paulista de tecnologia.
 
Há outros valores envolvidos, como contratação da consultoria no valor de R$ 2 milhões.
 
Pela votação feita nesta manhã, Abatênio Marquez (PP) será o presidente da CPI e Neemias Miqueias (PSD) será o relator.
 
O proponente Murilo automaticamente entra como membro e terá ao seu lado os vereadores Antônio Augusto “Queijinho” (Cidadania) e Thais Andrade (PV).

Impedimento

Durante a reunião, Murilo suscitou exceção de impedimento em relação à presença de Thais Andrade e de Neemias Miqueias na CPI.
 
“Pelo princípio da moralidade administrativa, eu considero os dois vereadores impedidos de participar desta comissão. O Neemias é ex-presidente de uma instituição que se encontra na mesma modalidade jurídica da Missão Sal da Terra e SPDM. Da mesma forma a vereadora Thais. Ela chegou a dizer que esteve em trabalhos, por algum tempo, na Missão Sal da Terra”, disse. 
 
Miqueias informou que foi escolhido por ter experiência no tipo de contrato que será analisado e que a instituição em que esteve à frente não é alvo da investigação. “Vamos dar uma resposta técnica”, afirmou.
 
Já Thais salientou não ter mais ligações com nenhuma das organizações e que o contrato não era de natureza política.
 
“As minhas ocupações anteriores no terceiro setor foram através de processo seletivo e nunca ocupei cargo de diretoria em nenhuma instituição”, disse.
 
O caso dos dois foi enviado para análise da Procuradoria Jurídica da Câmara de Uberlândia, que terá uma prazo de até 10 dias para emitir parecer.
 

Sobre objeto


O presidente Abatênio Marquez disse também ser necessário esclarecer sobre os objetos da investigação e os prazos previstos no pedido de instalação da CPI e para tanto também solicitava parecer da Procuradoria Jurídica.

O que você achou desse assunto?

Compartilhe esse artigo:

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Bolsonaro define plano e aposta em candidatura de senador do PL para ‘amarrar’ Zema em segundo turno

O fim do prazo das convenções partidárias e a consequente definição das candidaturas expõem as estratégias do Partido Liberal (PL) e da campanha do presidente Jair Bolsonaro em Minas...

Sucesso de vídeo na Lapa mostra força do voto casado de Neto com presidenciáveis

Uma onda que já vinha sendo detectada nos eventos do candidato da União Brasil ao governo do estado, o ex-prefeito de Salvador ACM Neto, agora começa a tomar...

Tribunal Superior Eleitoral divulga patrimônio de sete presidenciáveis

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) disponibilizou, neste domingo (7), o patrimônio de sete dos 12 postulantes ao Palácio do Planalto para as eleições de 2022.  Na lista, Felipe...