Governo publica exoneração de Pedro Guimarães

A demissão de Pedro Guimarães da presidência da...

Na Praia volta em novo endereço e com programação para toda a família

Após dois anos de hiato, o Na Praia volta...

Dono de boliche acusado de homofobia é perito da Polícia Federal

Um dos donos do estabelecimento Capitão Boliche, denunciado por...

CPI em Uberlândia investiga contratos da Secretaria de Saúde

Uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) vai investigar contas...

Covid: escolas do DF começam a retomar aulas on-line com alta de casos

Publicado em:

Compartilhe esse artigo

Após dois meses de queda nos indicadores que medem a incidência da Covid-19, com diminuição constante nos números de casos ativos, mortes e taxa de transmissão da doença, os números da pandemia voltam a crescer no Distrito Federal. O aumento de casos, registrado em todo o Brasil, levantou a possibilidade de uma 4ª onda da doença.

No ambiente escolar, essa tendência fica mais nítida com a multiplicação de turmas deslocadas para o modelo remoto após casos positivos de Covid. Desde a última quinta-feira (26/5), 12 turmas do sistema privado de ensino foram para o modelo on-line após registros da doença. O levantamento foi feito pelo Sindicato dos Professores em Estabelecimentos Particulares (Sinproep).

Uma dessas turmas foi a do 2º ano do fundamental do Sigma de Águas Claras, que em três dias viu nove estudantes e a professora testarem positivo para a doença. A mãe de um aluno reclama da falta de protocolos em sala de aula. Indignada, ela garante que a própria professora não usa máscaras de proteção.

“Ontem apertei o meu filho para saber se ele usa máscara em sala. Ele vê os colegas sem máscara e é lógico que vai tirar. A pandemia não acabou! Como a professora entra na sala de aula sem máscara? Como os funcionários não usam máscara? Por que a Secretaria de Saúde diz que não precisa mais usar?”, questiona a responsável, que pediu para não ser identificada.

Veja fotos da volta às aulas nas escolas particulares em 2022:

Rede privada no DF volta às aulas nesta 2ª Rede privada no DF volta às aulas nesta 2ª Rede privada no DF volta às aulas nesta 2ª Rede privada no DF volta às aulas nesta 2ª Rede privada no DF volta às aulas nesta 2ª Rede privada no DF volta às aulas nesta 2ª Rede privada no DF volta às aulas nesta 2ª Rede privada no DF volta às aulas nesta 2ª Rede privada no DF volta às aulas nesta 2ª Rede privada no DF volta às aulas nesta 2ª Rede privada no DF volta às aulas nesta 2ª 0 O pedido de volta aos protocolos é o mesmo da Associação de Pais e Alunos das Instituições de Ensino do DF (Aspa-DF). Segundo o presidente da entidade, Alexandre Veloso, o aumento de casos nas escolas é um fato perigoso.

“Esse aumento é fato constatado, a associação espera que fazendo um controle preventivo, com uso de máscaras e protocolos, não precise chegar a fechar a escola. Isso vem acontecendo com a suspensão de turmas”, explicou Alexandre .

O aumento de casos de Covid no ambiente escolar também é constatado pelos dados oficiais do sistema Monitora Escola, da Secretaria de Saúde. De acordo com o levantamento, em abril, entre escolas públicas e particulares do DF, foram registrados 27 casos positivos. No mês seguinte, foram 528.

O uso de máscaras para combater essa tendência de crescimento também é consenso entre os sindicatos, seja os de trabalhadores ou os patronais. O Sinproep e o Sindicato dos Estabelecimentos Particulares de Ensino (Sinepe-DF) pediram o retorno do equipamento de proteção.

“Os trabalhadores têm opção de continuar com a utilização das máscaras, mesmo que a decisão da escola seja por desobrigar o uso”, afirmou o Sinproep em nota. “A escola pode ter um protocolo mais rígido que o decreto vigente. As escolas têm autonomia para pedir a volta do uso de máscara caso a contaminação esteja elevada”, orienta a presidente do Sinepe, Ana Elisa Dumont.

Esse não é o entendimento em algumas unidades de ensino, como o COC do Jardim Botânico. Segundo o pai de um estudante de 11 anos, que também pediu para não ser identificado, a escola teria mais de 30 casos de Covid-19, mas que não foram contabilizados por falta de testes.

“Para as pessoas agora não existe mais pandemia. Todo mundo sem máscara e mandando o filho com febre e tossindo para a escola. Quando você vai conversar com a direção eles dizem que não podem fazer nada, porque não é mais obrigatório e não existe protocolo. Não concordo com isso”, protestou o pai.

O que dizem as instituições O Metrópoles procurou a direção do COC para comentar a situação da Covid no colégio, mas até a última atualização desta reportagem, não havia obtido resposta. O espaço segue aberto para manifestações futuras. Já o Sigma afirmou que mantém rígido protocolo e que a equipe pedagógica é orientada a manter o uso contínuo de máscaras.

Veja o posicionamento do Sigma na íntegra: 

“A escola mantém rígido protocolo, orientado pela Vigilância Sanitária, para manter a segurança das atividades, prezando pela saúde de todos, no período pós-Covid. Entre as medidas estão a orientação para a equipe pedagógica do uso contínuo de máscara de proteção facial em todos os espaços da escola, a higienização constante com álcool em gel, salas com janelas e portas abertas para ventilação, orientação contínua e vigilante aos alunos e familiares sobre os cuidados para evitar a contaminação e a sinalização dos espaços.

Com o objetivo de sempre oferecer segurança e conforto a toda comunidade escolar, especialmente, aos alunos e professores, toda equipe pedagógica, as salas de aula e demais ambientes de aprendizagem estão preparados para atendimento remoto ou híbrido.

Caso o aluno não possa comparecer às aulas presenciais, devido à confirmação e/ou à suspeita de contaminação por Covid-19, ele terá acesso a todo o conteúdo dado em sala de aula, por meio de nossas plataformas digitais. Em turmas com risco de contaminação interna do novo coronavírus, as aulas presenciais serão suspensas e disponibilizadas no formato on-line para todos os estudantes.”

Veja o posicionamento do Sinproep na íntegra: 

Veja a fala da presidente do Sinepe na íntegra: 

Quer ficar ligado em tudo o que rola no quadradinho? Siga o perfil do Metrópoles DF no Instagram

Receba notícias do Metrópoles no seu Telegram e fique por dentro de tudo! Basta acessar o canal: https://t.me/metropolesurgente.

O post Covid: escolas do DF começam a retomar aulas on-line com alta de casos apareceu primeiro em Metrópoles.

O que você achou desse assunto?

Compartilhe esse artigo:

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Barbearia da namorada de deputado vira bar e acaba alvo da polícia

Um comércio criado para funcionar como uma barbearia e salão de beleza acabou virando um bar de música ao vivo e tem tirado o...

Vídeo: após 50 anos de trabalho rural, mulher consegue aposentadoria

Vídeo gravado neste mês no interior do Maranhão revela uma história de vida triste, porém, ainda comum no Brasil. Dona Ana Maria Mendes, de...

Crachá em Bolsonaro, choro e flexões: a trajetória de Pedro Guimarães

Durante eventos oficiais do governo, Pedro Guimarães costuma ostentar no pescoço um crachá de funcionário da Caixa Econômica Federal. Ele já chegou, inclusive, a...
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com