Bruno Reis pede que comissões da Câmara de Vereadores sejam reestabelecidas

O prefeito de Salvador, Bruno Reis (União), voltou...

Farmácias do interior de Minas sofrem tentativas de ‘assalto pelo telefone’

O golpe do assalto pelo telefone provocou pânico na...

Bombardeio russo próximo à central nuclear de Zaporizhia deixa ao menos 13 mortos

Ao menos 13 civis morreram após um bombardeio na...

Record convida Arthur do Val para participar de ‘A Fazenda’

O ex-deputado estadual Arthur do Val, também conhecido como...

COVID-19: BH tem 3.114 novos casos e oito mortes em três dias

Escrito por Redação

Publicado em:

Compartilhe esse artigo
A pandemia de COVID-19 não chegou ao fim, como evidencia o novo boletim epidemiológico da Prefeitura de Belo Horizonte (PBH), divulgado nesta sexta-feira (24/6). Os dados apontam um crescimento nos casos confirmados e suspeitos da doença na capital mineira.
Conforme o boletim, nos últimos três dias (desde o último comunicado divulgado na quarta), foram 3.114 novos casos confirmados da doença e outros 15.502 suspeitos em BH. Além disso, oito mortes foram notificadas.
Com isso, Belo Horizonte totaliza 629 mortes somente em 2022. Ainda neste ano, 99.788 casos foram confirmados até o momento e outros 521.915 notificados, ou seja, suspeitos de COVID-19.
 
 

Vacinômetro

Vale ressaltar também que 100,3% da população acima dos 12 anos foram vacinados com as duas doses (a cobertura vacinal é calculada a partir das doses aplicadas em Belo Horizonte, segundo registros da base nacional do SI-PNI em relação à população da capital mineira).

Por outro lado, a aplicação de reforço está no braço de 82,4% dos belo-horizontinos. E ainda 37,6% tomaram a quarta dose da vacina contra o coronavírus.

Além disso, nas crianças entre 5 e 11 anos, a primeira dose foi aplicada em 83,2% delas. Outras 58,5% receberam a segunda dose.
 

Tendência de aumento

O Comitê Popular de Belo Horizonte de Combate à COVID-19 registrou uma tendência de aumento no número de casos na cidade e faz um apelo para que os moradores atualizem o calendário vacinal.
 
De acordo com o documento elaborado pelo grupo e divulgado nesta sexta-feira (24/6),  a taxa de transmissão da COVID em BH está em 1,5. O número indica que cada cem pessoas contaminadas têm potencial para transmitir o vírus para outras 150. 
 
Segundo o comitê, nas últimas duas semanas (entre 9 e 22 de junho), a capital está com status de risco muito alto para a transmissão do vírus. A taxa de novos casos registra este cenário.

Entre 28 de abril e 11 de maio foram registradas 57 novas infecções a cada 100 mil habitantes. Na última quinzena, o número foi cerca de 6 vezes maior.

 
Taxa de novos casos a cada 100 mil habitantes:
  • 28/4 a 11/5 = 57
  • 12/5 a 25/5 = 112
  • 26/5 a 8/6 = 305
  • 9/6 a 22/6 = 348 
Por outro lado, o número de óbitos em decorrência da COVID segue estável, mantendo BH com um status de risco muito baixo de mortalidade.
 

O que você achou desse assunto?

Compartilhe esse artigo:

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Farmácias do interior de Minas sofrem tentativas de ‘assalto pelo telefone’

O golpe do assalto pelo telefone provocou pânico na noite dessa terça-feira (9/8) em duas farmácias localizadas no Bairro Jardim América, em Carmo do Rio Claro, Sudoeste de Minas. ...

Anel: ‘Imprudência é principal fator de acidentes’, diz comandante da área

Apesar das tragédias que marcam a história do Anel Rodoviário, como o acidente que  aconteceu nesta quarta-feira (10/08), motoristas abusam da sorte e se arriscam em manobras imprudentes, como...

Anel Rodoviário: motorista avança bloqueio da PMRv e só para após disparos

Um homem de 52 anos dirigia uma caminhonete e foi preso após furar o bloqueio da Polícia Militar Rodoviária (PMRv), devido ao acidente com uma carreta na manhã desta...