BH celebra Dia do Rio da Velhas com projeções em prédios do Centro

No dia 29 de junho é celebrado o...

G7 lança programa para investir US$ 600 bilhões em países em desenvolvimento

Os países do G7 lançaram um grande programa de...

‘Objetivo da prisão de Milton Ribeiro é constranger o governo e igualá-lo ao de Lula’, diz Bolsonaro

O presidente Jair Bolsonaro (PL) afirmou que o caso...

Empresas reduzem embalagens e qualidade para repassar custos

Cada vez mais empresas estão recorrendo à redução do...

Corregedoria Nacional de Justiça atende ao pedido de convocação de magistrado

Publicado em:

Compartilhe esse artigo

A corregedora Nacional de Justiça, ministra Maria Thereza de Assis Moura, acolheu o pedido apresentado pelo corregedor das Comarcas do Interior, desembargador Jatahy Junior, para a convocação de mais um magistrado a fim de atuar como juiz corregedor auxiliar.

 

No requerimento da reconsideração, o corregedor Jatahy Júnior destacou os números relacionados à Corregedoria das Comarcas do Interior, com competência em 179 das 203 comarcas baianas, perfazendo um total de 354 municípios dos 417 existentes na Bahia. Para organizar as atividades, a corregedoria dividiu as comarcas em quatro regiões, com o objetivo de tornar mais eficaz a realização de correições, inspeções e saneamentos necessários.

 

O corregedor ressaltou, também, o recente vitaliciamento dos 100 novos juízes substitutos nomeados em 2021, com atuação nas comarcas de entrâncias inicial e intermediária. “Soma-se a isso, a necessidade de inspeção e orientação dos 873 cartórios extrajudiciais, muitos dos quais sob responsabilidade de delegatários interinos”, diz outro trecho do requerimento.

 

Para a gestão 2022/2024, a corregedoria conta apenas com os juízes Cássio Miranda e Isabella Lago para realizar todo o trabalho. Cada um dos magistrados é responsável por, aproximadamente, 90 comarcas.

 

Na decisão, a ministra diz que “chama a atenção a excepcionalidade imposta pelo trabalho adicional advindo do processo de vitaliciamento de 100 novos juízes substitutos, nomeados no ano de 2021, pelo Poder Judiciário do Estado da Bahia. Sobretudo, o fato de que a quase totalidade dos novos magistrados se encontram atuando nas Comarcas de entrância inicial e intermediária”.

 

“Isto posto, reconsidero parcialmente a decisão inicialmente prolatada no Id. 4636721, em função da excepcionalidade devidamente comprovada, para que a Corregedoria das Comarcas do Interior do Estado da Bahia – CCIBA possa realizar a convocação de 1 (um) novo juiz auxiliar, além dos limites estabelecidos na Resolução CNJ nº 72/2009, ad referendum do Plenário”, apontou.

 

“É uma decisão importante, que demonstra a grande sensibilidade da ministra, e que trará, certamente, muitos benefícios para a prestação jurisdicional no estado”, afirmou o corregedor Jatahy Júnior.

O que você achou desse assunto?

Compartilhe esse artigo:

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Flashes: Ah, o amor!

Raquel (filha de Cristina Costa e do Procurador de Justiça Wilebaldo Setubal Filho) se casou, em Salvador, com Pedro Henrique (filho da Promotora...

Conselheiro do TCE-RJ e ex-esposa viram réus por lavagem de dinheiro

Após denúncias de lavagem de dinheiro no Tribunal de Contas do Rio De Janeiro (TCE-RJ), o Superior Tribunal de Justiça (STJ) tornou réu...

Justiça suspende exigências impostas a atingidos da tragédia de Mariana

O desembargador José Amilcar Machado, presidente do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1), suspendeu na terça-feira (21), as exigências impostas para adesão...
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com