Governo publica exoneração de Pedro Guimarães

A demissão de Pedro Guimarães da presidência da...

Na Praia volta em novo endereço e com programação para toda a família

Após dois anos de hiato, o Na Praia volta...

Dono de boliche acusado de homofobia é perito da Polícia Federal

Um dos donos do estabelecimento Capitão Boliche, denunciado por...

CPI em Uberlândia investiga contratos da Secretaria de Saúde

Uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) vai investigar contas...

Corregedor quer que deputada explique fala sobre distritais bêbados

Publicado em:

Compartilhe esse artigo

Após a deputada distrital Júlia Lucy (União Brasil) dizer que colegas da Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF) chegam “alcoolizados” ao local de trabalho, o corregedor da Casa, Hermeto (MDB), informou que abrirá procedimento para que a parlamentar explique as declarações.

Em conversa com o Metrópoles, o deputado disse que ela precisa prestar esclarecimentos. “vou abrir procedimento para ela responder quem bebe cachaça e quem toma remédio aqui”, afirmou.

Hermeto ainda pretende ouvir explicações da distrital sobre um outro vídeo. “Ela publicou semana passada e depois apagou, falando sobre deputados que fazem desvios de emenda”, acrescentou.

Procurado, o presidente da Comissão de Defesa dos Direitos Humanos, Cidadania, Ética e Decoro Parlamentar (CDDHCEDP), Fábio Felix (PSol), informou que ainda não recebeu denúncia sobre o caso e só se manifestará após a oficialização do caso.

Gravação foi assunto durante a sessão Entre deputados e assessores no plenário, o assunto nesta quarta-feira (22/6) foi apenas este. Muitos faziam piadas, já outros consideraram a fala da parlamentar infeliz.

Na reabertura da sessão para que fosse completado o quórum, Chico Vigilante (PT) chegou a comentar com Reginaldo Veras (PV) pelo microfone a história. “Hoje eu vi um negócio no Metrópoles que não vou falar a respeito, mas eu estou curioso para saber quem é que anda tomando pileque. Precisamos saber quem é que toma pileque aqui”, disse, enquanto ria.

Alguns minutos depois, Júlia Lucy foi ao plenário, mas não chegou a tocar no assunto. Ela cumprimentou todos os que estavam no local e, na fala dela, abordou multas impostas a empresários durante a pandemia e o salário ofertado de professores da Universidade do Distrito Federal (UnDF).

Abordada pela reportagem, ela informou que não tinha o que acrescentar sobre o que disse a respeito dos colegas.

O vídeo Júlia Lucy disse que colegas da Câmara Legislativa chegam “alcoolizados” ao local de trabalho e que cinco ficam “à base de venvanse [remédio usado para tratamento de TDAH e depressão]”.

Veja o vídeo:

A fala ocorreu durante discurso no evento de lançamento de um pré-candidato a deputado distrital do União Brasil. O trecho do vídeo que contém a declaração polêmica circula nas redes sociais e tem repercutido mal entre os deputados.

No grupo dos distritais no WhatsApp, o vídeo gerou discussão. A coluna apurou que Júlia foi repreendida pelos colegas, mas ela não se desculpou e manteve o posicionamento.

No vídeo, a deputada diz: “Porque, também, gente louca, pelo amor de Deus… Eu tenho na Câmara uns cinco colegas que [ficam] à base de venvanse o dia inteiro. A gente sabe, a pessoa chega… Aí, você vai: ‘Desce, deputado, vem para o plenário votar’. [E ele responde] Não, não vou, não. Você vê que a pessoa está louca. Muitos chegam alcoolizados. Isso é normal, porque a vida não é fácil. Então, não é todo mundo que tem condição de ter válvula de escape saudável”.

Quer ficar ligado em tudo o que rola no quadradinho? Siga o perfil do Metrópoles DF no Instagram.

Receba notícias do Metrópoles no seu Telegram e fique por dentro de tudo! Basta acessar o canal: https://t.me/metropolesurgente.

O post Corregedor quer que deputada explique fala sobre distritais bêbados apareceu primeiro em Metrópoles.

O que você achou desse assunto?

Compartilhe esse artigo:

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Dono de boliche acusado de homofobia é perito da Polícia Federal

Um dos donos do estabelecimento Capitão Boliche, denunciado por homofobia nessa segunda-feira (27/6), é perito contábil da Polícia Federal em Brasília e se chama...

CPI em Uberlândia investiga contratos da Secretaria de Saúde

Uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) vai investigar contas da Secretaria Municipal de Saúde de Uberlândia, no Triângulo Mineiro. Na manhã desta quarta-feira (29/6) houve...

Carla Zambelli é condenada a indenizar deputadas do PSOL por associá-las à ‘esquerda genocida’

A deputada federal Carla Zambelli foi condenada a indenizar duas colegas da Câmara dos Deputados após declarações nas redes sociais associando as parlamentares ao...
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com