Minas Gerais, Rio de Janeiro e Santa Catarina anunciam redução no ICMS

Os Estados de Minas Gerais, Rio de Janeiro e Santa...

Avenida Paulista registra aumento de 32% de casos de furtos de celular

Além de cartão postal de São Paulo, a Avenida...

Caminhoneiros ‘rechaçam’ voucher de R$ 1 mil e ‘PEC das Bondades’ deve ir ao STF

O Senado Federal aprovou nesta quinta-feira, 30, a Proposta...

Bruno Reis recebe Ciro Gomes e Simone Tebet nesta sexta em Salvador

O prefeito Bruno Reis vai receber os presidenciáveis...

Comissão de Cultura da Câmara de Vereadores de Salvador recebe grupo

Publicado em:

Compartilhe esse artigo

O grupo ‘SOS Carnaval’ foi recebido na Câmara de Vereadores pelo presidente da Comissão de Cultura, Sílvio Humberto (PSB). Na oportunidade, os empresários apresentaram os possíveis impactos na economia do bairro da Barra com a mudança do circuito do circuito Dodô, na Barra-Ondina, para a orla da Boca do Rio. 

O grupo de trabalho disse que após o prefeito da capital baiana, Bruno Reis, iniciar as discussões em torno da mudança do circuito, a precupação tem sido muito grande, pois o faturamento na semana do carnaval, que chega a ser maior do que o somado durante o ano, será perdido.

“Para nós, donos de bares, restaurantes, pousadas e outros tipos de comércio, o impacto é incalculável. A receita que o carnaval gera é por muitas vezes superior ao que faturamos durante boa parte do ano. Retirar essa possibilidade de ganhos, é promover falências e demissões em massa”, afirmou Marco Schoneborn.

Para o empresário Maurício Laikenickas os prejuízos financeiros são para os empresários e também moradores da Barra, que em 2023 não terão incremento na renda com o aluguel dos imóveis.  “Centenas de moradores alugam suas casas e apartamentos no período da folia para garantir uma renda extra. Não podemos esquecer que estamos saindo de uma pandemia, portanto, a possibilidade de colocar seu imóvel para alugar se tornou a esperança de muitos para ajustar as contas”, disse.

Depois de escutar o grupo ‘SOS carnaval, o vereador Sílvio Humberto propôs uma audiência pública, que servirá para entender o posicionamento de todos os envolvidos. “Vamos protocolar o pedido de uma audiência para juntos e juntas discutirmos essa pauta, visto que não podemos aceitar que uma decisão dessa magnitude deixe de envolver as partes mais impactadas”, garantiu Humberto. 
 

O que você achou desse assunto?

Compartilhe esse artigo:

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Caminhoneiros ‘rechaçam’ voucher de R$ 1 mil e ‘PEC das Bondades’ deve ir ao STF

O Senado Federal aprovou nesta quinta-feira, 30, a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) dos Combustíveis, que, entre outras coisas, cria o “Pix Caminhoneiro”....

Bruno Reis recebe Ciro Gomes e Simone Tebet nesta sexta em Salvador

O prefeito Bruno Reis vai receber os presidenciáveis Ciro Gomes (PDT) e Simone Tebet (MDB) na prefeitura, nesta sexta-feira (1º). O tema dos...

A nova gafe de Rui, o clima azedo com o MDB na base e o imbróglio nas lanchinhas

2 de Julho vem aí Uma centena de prefeitos baianos está em compasso de espera pela data magna do 2 de Julho, Dia...