Gaviões da Fiel cobra diretoria do Corinthians e critica Vitor Pereira: ‘Discurso inadmissível’

Principal torcida organizada do Corinthians, a Gaviões da Fiel...

Prazo para caminhoneiros fazerem autodeclaração para receber benefício começa nesta segunda-feira

O prazo para que transportadores autônomos de carga (TAC)...

Tiririca define candidatura à Câmara e escolhe novo número nas urnas

O humorista e deputado federal Tiririca (PL-SP) definiu que...

Caixa muda posição e diz que recebeu denúncias de assédio por canal

Escrito por Redação

Publicado em:

Compartilhe esse artigo

Depois da saída de Pedro Guimarães da presidência da Caixa nesta quarta-feira (29/6), motivada pelas denúncias de assédio sexual contra servidoras do banco, a instituição se pronunciou e disse ter recebido queixas no mesmo sentido.

“A Caixa repudia qualquer tipo de assédio e informa que recebeu, por meio do seu canal de denúncias, relato de casos desta natureza na instituição”, começa a nota. A manifestação é oposta ao pronunciamento enviado ao Metrópoles nessa terça-feira (28/6), quando o colunista Rodrigo Rangel revelou o caso.

Na ocasião, o banco informou que não tinha conhecimento das denúncias apresentadas pelo veículo. Na nova nota, a Caixa justifica que os processos correm sob sigilo na Corregedoria e, por isso, não são de conhecimento de outras áreas.

“No âmbito da investigação interna que está em andamento, instaurada em maio de 2022, foram realizados contatos com o/a denunciante, que permanece anônimo/a”, continua. Diligências internas teriam sido realizadas e, a partir do material preliminar coletado, a denúncia foi admitida. A Caixa destaca que o seu canal de denúncias é administrado por órgão externo à instituição, que garante a transparência, segurança e proteção para denunciantes”, ressalta o pronunciamento.

Veja a nota completa:

“A Caixa repudia qualquer tipo de assédio e informa que recebeu, por meio do seu canal de denúncias, relato de casos desta natureza na instituição. A investigação corre em sigilo, no âmbito da Corregedoria, motivo pelo qual não era de conhecimento das outras áreas do banco.

Por oportuno, a Caixa destaca que o seu canal de denúncias é administrado por órgão externo à instituição, que garante a transparência, segurança e proteção para denunciantes (empregados, clientes, usuários, terceirizados, parceiros) que queiram apontar atos ilícitos cometidos por empregados Caixa ou que tenham tido sua participação.

No âmbito da investigação interna que está em andamento, instaurada em maio de 2022, foram realizados contatos com o/a denunciante, que permanece anônimo/a. Foram ainda realizadas diligências internas que redundaram em material preliminar, que está em avaliação.

Portanto, a Corregedoria admitiu a denúncia e deu notícia ao/à denunciante, se colocando à inteira disposição para colher o seu depoimento, mantendo seu anonimato.

Eventuais novas informações serão imediatamente integradas ao procedimento de apuração”.

Receba notícias do Metrópoles no seu Telegram e fique por dentro de tudo! Basta acessar o canal: https://t.me/metropolesurgente.

O post Caixa muda posição e diz que recebeu denúncias de assédio por canal apareceu primeiro em Metrópoles.

O que você achou desse assunto?

Compartilhe esse artigo:

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

STF dá prazo para União e estados detalharem combate à varíola dos macacos

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), deu cinco dias para que o governo do presidente Jair Bolsonaro (PL) e as gestões estaduais se manifestem a...

Tiririca define candidatura à Câmara e escolhe novo número nas urnas

O humorista e deputado federal Tiririca (PL-SP) definiu que irá se candidatar à reeleição para um possível quarto mandato na Câmara dos Deputado e escolheu um novo número para...

Bolsonaro inicia campanha pela reeleição no local onde levou facada em 2018

O presidente da república, Jair Bolsonaro (PL), escolheu o local exato onde levou uma facada em 2018 para fazer o seu primeiro discurso na corrida pela reeleição. Nesta...