Técnico do Vasco aposta em evolução de Alex Teixeira na equipe

Principal reforço do Vasco nesta janela do mercado da...

Famosos fazem homenagens para família e comemoram o Dia dos Pais

CAMPINAS, SP (FOLHAPRESS) - Como em todas as datas...

Luís Eduardo Magalhães: Homem é morto a tiros enquanto jogava sinuca em bar 

Um homem foi morto a tiros na noite...

Homem tem carro roubado e é torturado por mais de 48 horas em Goiás

Goiânia – Um homem de 42 anos teve o...

Brasil lança nova campanha de incentivo à vacinação

Escrito por Redação

Publicado em:

Compartilhe esse artigo

Não deixar que retornem ao país doenças que podem ser prevenidas e que já estavam erradicadas, como a poliomielite, a rubéola e o sarampo. Esse é um dos objetivos da campanha Vacina Mais, lançada nesta quarta-feira, pelo CNS, o Conselho Nacional de Saúde.ebcebc

A mobilização visa unir esforços para conscientizar a população sobre a importância da vacinação contra a Covid-19 e influenza, e também aumentar a cobertura vacinal de mais de 30 doenças. 

Algumas mães levam bem a sério estar com a caderneta de vacinação em dia. É o caso de Adriana Guirra, mãe de um garoto de quatro anos e um bebê de dez meses.

Essa é a ideia da campanha… fazer com a população tenha consciência sobre a importância da imunização. A secretária-geral da Opas – Organização Pan-Americana de Saúde, Socorro Gross, lembrou que algumas doenças, como a varíola e a poliomelite, já tinham sido erradicadas no país e até mesmo nas Américas. Ela falou sobre a importância das vacinas para a prevenção:

A expectativa do presidente do Conselho Nacional de Secretários de Saúde, Nésio Fernandes Júnior, é que a campanha Vacina Mais resulte no retorno aos índices de excelência da vacinação que o país já teve, em décadas passadas.

Os números recentes revelam o motivo da preocupação das autoridades. De acordo com dados do Ministério da Saúde, o número de crianças vacinadas com a primeira dose contra a poliomielite caiu de 3 milhões e cem mil, em 2015; para 2 milhões e 90 mil, em 2021. A imunização insuficiente também resultou no retorno do sarampo ao Brasil, que gerou um recente surto, que desde 2018 tirou a vida de 40 pessoas, principalmente crianças.

Saúde Brasília 29/06/2022 – 15:41 Sâmia Mendes / Guilherme Strozi Leandro Martins – Repórter da Rádio Nacional vacinação Doenças Crianças rubéola sarampo poliomielite quarta-feira, 29 Junho, 2022 – 15:41 171:00

O que você achou desse assunto?

Compartilhe esse artigo:

ÚLTIMAS NOTÍCIAS