Famosos arrasando na estética Barbie

O próximo filme da Barbie estrelado por Margot Robbie...

Como será distribuída a fortuna de Chadwick Boseman (sem testamento)

Em agosto de 2020, o mundo do cinema ficou...

Dias D’Ávila: Câmara rejeita indicação de título de cidadão a ACM Neto

A Câmara de Dias D'Ávila rejeitou o projeto...

Botijão de gás é vendido com 18% de desconto no dia sem imposto em BH

Publicado em:

Compartilhe esse artigo

No Dia Livre de Impostos, iniciativa das Câmaras de Dirigentes Lojistas Jovem (CDL Jovem) de todo o Brasil, o consumidor encontra o gás de cozinha com desconto de 18%. Na distribuidora Amigão Gás, no Bairro Jardim América, Região Oeste de Belo Horizonte, a fila foi formada cedo nesta manhã de quinta-feira (02/06).

Leia também: Dia Livre de Impostos: confira lojas que vão aderir à campanha da CDL/BH

 

A iniciativa é um protesto contra a alta carga tributária no Brasil e o baixo retorno dos impostos arrecadados em bens e serviços. Com o imposto, o gás é vendido por R$ 109,65. Nesta quinta-feira (02/06), o preço para retirada do botijão é de R$ 89,90.

 

Ao todo, serão comercializadas 200 unidades de botijão, limitada a uma por pessoa. A loja distribuiu senhas para organizar o atendimento. A diarista Maria Nausa Pereira da Silva, de 55 anos, estava passando na rua quando viu o movimento e parou para garantir o gás mais barato.

 

“Estava indo trabalhar, mas a patroa viajou e cancelou o serviço. Já estava com o dinheiro na bolsa para comprar outro gás mesmo, aproveitei o desconto. R$ 20 faz diferença no bolso. Queria que o gás fosse esse preço sempre, ia facilitar para todos nós”.

 

 

 

O aposentado Paulo Abreu Filho pretende jogar na loteria com o dinheiro que economizar na compra do botijão de gás. “Quem sabe ganho mais um pouquinho para ajudar”.

 

O vice-presidente da CDL BH, Fernando Cardoso, esteve no local e disse que a fila de pessoas na porta da loja começou a ser formada bem cedo nesta manhã.

 

“O botijão de gás é um produto de consumo diário. Quando o consumidor chega aqui e compra a unidade com R$ 20 de desconto, ela vê o quanto de imposto ela paga. Esse é o objetivo do protesto, conscientizar as pessoas desse valor”.

 

  

 

Segundo o Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação (IBPT), o cidadão brasileiro tem de trabalhar em média 149 dias do ano para pagamento de impostos. Entre 30 países do levantamento, o país é o 14º que mais arrecada imposto, mas está em última colocação como país que tem o melhor retorno do dinheiro para a população. 

 

Em Belo Horizonte, 800 estabelecimentos estão participando do movimento. 

O que você achou desse assunto?

Compartilhe esse artigo:

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Governo de MG empresta área da planta de amônia para Uberaba por 40 anos

  Após colocar à venda a área da planta de amônia e depois suspender a venda no meio do ano passado, o Estado...

Confiança aumenta na indústria, no comércio e nos serviços em junho, aponta FGV

A confiança dos empresários do comércio, da indústria e dos serviços aumentou no mês de junho, informou nesta quarta, 29, o Instituto Brasileiro de...

Confiança de serviços sobe 0,4 ponto em junho

O Índice de Confiança de Serviços (ICS), da Fundação Getulio Vargas (FGV), subiu 0,4 ponto de maio para junho deste ano. O ICS atingiu 98,7 pontos, em...
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com