Famosos arrasando na estética Barbie

O próximo filme da Barbie estrelado por Margot Robbie...

Como será distribuída a fortuna de Chadwick Boseman (sem testamento)

Em agosto de 2020, o mundo do cinema ficou...

Dias D’Ávila: Câmara rejeita indicação de título de cidadão a ACM Neto

A Câmara de Dias D'Ávila rejeitou o projeto...

Boris Johnson se diz ‘profundamente preocupado’ com sumiço de Dom Phillips

Publicado em:

Compartilhe esse artigo

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) – O primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, se manifestou publicamente nesta quarta-feira (15) sobre o desaparecimento do jornalista britânico Dom Phillips na Amazônia pela primeira vez. Durante sessão do Parlamento, ele disse estar “profundamente preocupado”.

“Como todos nesta Casa, estou profundamente preocupado com o que pode ter acontecido com ele. O Ministério de Relações Exteriores está trabalhando em conjunto com as autoridades brasileiras”, respondeu ele ao ser questionado sobre o assunto por Theresa May, parlamentar conservadora e ex-primeira-ministra do país.

Johnson continuou, dizendo que o país está em contato com o Ministério da Justiça e Segurança Pública. “O que dissemos aos brasileiros foi que estamos prontos para oferecer todo o apoio que precisarem”, declarou.

Dom Phillips e o indigenista brasileiro Bruno Pereira estão desaparecidos desde o último dia 5, quando saíram de barco da comunidade ribeirinha São Rafael para Atalaia do Norte, no oeste do Amazonas. O trajeto tem cerca de 70 km.

Nesta semana, a família de Phillips no Reino Unido foi comunicada pela embaixada brasileira que dois corpos haviam sido encontrados amarrados a uma árvore e que aguardavam perícia -o que foi desmentido pela Polícia Federal. O Itamaraty se desculpou aos Phillips pela informação cruzada.

Na terça (14), um segundo suspeito de ter ligação com os desaparecimentos foi preso no Amazonas. Oseney da Costa de Oliveira, 41 anos, conhecido como “Dos Santos”, foi preso pelos agentes sob suspeita de ser cúmplice de Amarildo da Costa de Oliveira, o “Pelado”, preso na terça passada (7) por porte de munição de uso restrito das Forças Armadas. No barco de Amarildo, a polícia encontrou vestígios de sangue; o material foi encaminhado para a perícia.

O que você achou desse assunto?

Compartilhe esse artigo:

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Lugar paradisíaco no Egito já matou ao menos 100 pessoas e é conhecido como ‘arrebatamento das profundezas’

Se de longe o Blue Hole (Buraco Azul) chama atenção por ser uma piscina natural, de perto ele é uma verdadeira armadilha. Não é...

OMS: varíola dos macacos requer esforços intensos de resposta e será reavaliada

Diretor-geral da Organização Mundial de Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus afirmou nesta quarta-feira, 29, que a varíola dos macacos não deve ser minimizada, embora...

EUA vão reforçar presença militar em seis países da Europa para fortalecer segurança no Báltico

Os Estados Unidos vão reforçar a presença militar em seis países da Europa – Polônia, Romênia, Espanha, Itália, Reino Unido e Alemanha -, além...
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com