Varíola dos macacos: MG deve ‘evitar transmissão’, diz especialista

O primeiro caso de monkeypox - agente responsável por...

Mesmo traumatizada, Luísa Sonza expõe desejo de namorar: ‘Já fiz tudo o que queria’

A cantora Luísa Sonza está cansada da vida de...

Libertadores: Palmeiras ‘acorda’ no segundo tempo e vence Cerro Porteño pelas oitavas

Dono da melhor campanha da história da fase de...

Pedro Guimarães vai a evento com esposa e diz ter vida ‘pautada pela ética’

Após ser acusado de assédio sexual, o presidente da...

Bombeiros fazem desafio para socorrer rapidamente vítimas de trânsito

Publicado em:

Compartilhe esse artigo

O Corpo de Bombeiros do Rio de Janeiro (CBMERJ) realiza hoje (11), e amanhã (12), a 3ª edição do Desafio Estadual de Salvamento Veicular, no Riocentro.  Cerca de 120 militares, divididos em 15 equipes, vão participar da competição que simula acidentes de automóveis com feridos presos às ferragens.ebcebc

A finalidade do simulado é liberar as vítimas com a maior segurança e no menor tempo possível. O desafio tem como objetivo reforçar o treinamento, difundir conhecimentos e consolidar as melhores doutrinas, praticando a dinâmica dos atendimentos no dia a dia.

A competição é feita com provas de tempo máximo de 30 minutos, de maneira segura. O treinamento projeta cenários complexos para as equipes resgatarem às vítimas. São avaliados habilidades e competências exercidas pelos comandantes das ocorrências, levando em consideração o planejamento das ações, liderança do grupo e comunicação entre eles. Ao final, são apontados os aspectos de cada equipe e um relatório entregue aos militares.

A disputa servirá como classificatória para a etapa nacional. Os melhores times representarão o país no desafio mundial.

O comandante-geral do Corpo de Bombeiros, coronel Leandro Monteiro, disse que os exercícios contribuem para que os profissionais desenvolvam pensamento rápido e trabalho em equipe. “Os treinamentos são árduos e fazem desses militares verdadeiros atletas de alto rendimento, integrando preparo físico, técnico e psicológico. Cada vez que a equipe pratica, aperfeiçoa o atendimento nas ruas. Cada vez que simula um socorro, reduz o tempo-resposta na prática. Quem ganha é a população, a sociedade.”

O coronel Leandro disse ainda que no início do ano, a corporação atualizou o Protocolo Operacional Padrão que serve de base para atuação em ocorrências de colisões com vítimas. “Hoje, a corporação pratica as táticas e técnicas de resgate mais atuais do mundo. A cada revisão dos procedimentos, os socorros ficam mais eficientes e mais seguros para as vítimas e para os profissionais que atuam na ponta”, explicou.

O exercício acontece das 8 às 18h e aberto ao público, com entrada franca. O Riocentro fica na Avenida Salvador Allende, 6555, Jacarepaguá, zona oeste do Rio.

O que você achou desse assunto?

Compartilhe esse artigo:

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Flávio Bolsonaro classifica denúncias contra Pedro Guimarães como ‘gravíssimas’

A Caixa Econômica Federal mudou de liderança nesta quarta-feira, 29. Após denúncias de assédio sexual, Pedro Guimarães renunciou ao cargo de presidente e Daniella...

Caixa admite que recebeu denúncias de assédio contra Pedro Guimarães

A Caixa Econômica Federal confirmou, nesta quarta-feira, 29, que recebeu relatos de assédio sexual na instituição. Em nota, o banco afirmou que investiga o...

Mãe de Henry volta para a cadeia após passar 3 meses em prisão domiciliar

Monique Medeiros, mãe de Henry Borel, foi transferida na manhã desta quarta-feira (29/6) para o Presídio de Benfica, na Zona Norte do Rio de...
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com