Farmácias do interior de Minas sofrem tentativas de ‘assalto pelo telefone’

O golpe do assalto pelo telefone provocou pânico na...

Bombardeio russo próximo à central nuclear de Zaporizhia deixa ao menos 13 mortos

Ao menos 13 civis morreram após um bombardeio na...

Record convida Arthur do Val para participar de ‘A Fazenda’

O ex-deputado estadual Arthur do Val, também conhecido como...

Willian confirma saída, faz balanço sobre passagem pelo Corinthians e fala de relação com Vitor Pereira

Willian confirmou na tarde desta quarta-feira, 10, que está...

Bolsonaro: ‘se a esquerda voltar, nunca mais deixará o poder no Brasil’

Escrito por Redação

Publicado em:

Compartilhe esse artigo

O presidente Jair Bolsonaro (PL) segue preocupado com uma possível derrota nas eleições de 2022. Em entrevista a Tucker Carlson da TV americana “Fox News”, nesta quarta-feira (29/6), ele disse que, caso a esquerda saia vitoriosa no Brasil em outubro deste ano, eles nunca mais saírão do poder.

“Se a esquerda voltar ao poder, na minha visão, nunca mais deixará o poder”, disse o presidente Bolsonaro. A pesquisa Datafolha mais recente indica que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) apresenta 47% das intenções de voto no primeiro turno, contra 28% do atual líder do Executivo. Uma vantagem de 19 pontos.

Bolsonaro, que costuma criticar governos de esquerda, disse que, caso os resultados das pesquisas se confirmem, o Brasil “seguirá o mesmo caminho da Venezuela, Argentina, Chile e Colômbia”, que são liderados por líderes identificados com diferentes espectros da esquerda. Além dos citados, Peru, Bolívia, Suriname e Guiana também são comandados por políticos de esquerda.

Uruguai, Paraguai e Equador são os únicos, além do Brasil, comandados por presidentes de partidos de direita.

“Os perdedores serão a população brasileira e a própria esquerda. Toda a América do Sul será pintada de vermelho, se você me entende, e os EUA se tornarão um país isolado”, vaticinou Bolsonaro.

A conversa será exibida nesta quinta-feira (30/6) pela rede americana. O presidente e seus filhos conversaram com o apresentador por mais de uma hora, segundo Carlson.

Esta semana, Carlson já entrevistou Felipe Martins, assessor para Assuntos Internacionais da Presidência da República, que afirmou que o presidente brasileiro alertou Joe Biden sobre os riscos de uma vitória de Lula, durante a Cúpula das Américas.

Tucker Carlson

No Brasil para a realização de um documentário sobre a influência da China no país, Tucker Carlson, 53 anos, é um dos âncoras mais prestigiados pela “Fox News”, canal dedicado ao público conservador.

Filiado ao partido Republicano, o mesmo pelo qual se elegeu Donald Trump, Carlson já chamou o ex-CEO da Walt Disney Company, Bob Iger, de propagandista do Partido Comunista Chinês.

Além de defender a teoria da conspiração, sem apresentar provas, de que os democratas buscam aumentar a entrada de imigrantes nos Estados Unidos para que o Partido Republicano tenha menos chances de vencer a eleição.

Em 2021, Carlson foi à Hungria entrevistar o premiê conservador Vikton Orbán, um importante aliado do governo Bolsonaro, e elogiou o húngaro por rejeitar pessoas que requeriam asilo em suas fronteiras.

 

O “Beabá da Política”

A série Beabá da Política reuniu as principais dúvidas sobre eleições em 22 vídeos e reportagens que respondem essas perguntas de forma direta e fácil de entender. Uma demanda cada vez maior, principalmente entre o eleitorado brasileiro mais jovem. As reportagens estão disponíveis no site do Estado de Minas e no Portal Uai e os vídeos em nossos perfis no TikTok, Instagram, Kwai e YouTube.

 

O que você achou desse assunto?

Compartilhe esse artigo:

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Bruno Reis pede que comissões da Câmara de Vereadores sejam reestabelecidas

O prefeito de Salvador, Bruno Reis (União), voltou a falar da forma como o presidente da Câmara de Vereadores da capital baiana, Geraldo Jr. (MDB), tem conduzido os...

Multimarcas Jeté inaugura nova loja. Confira achados de moda casual

Mineira radicada em Brasília, Raquel Jones é uma empresária de moda renomada, principalmente no ramo de roupas esportivas. Agora, mais um passo é dado na trajetória empreendedora: a inauguração...

STF: Rosa Weber é eleita presidente e vai substituir Fux

 A ministra Rosa Weber foi eleita nesta quarta-feira (10/8) a nova presidente do Supremo Tribunal Federal (STF). Ela ocupará o posto de Luiz Fux e ficará no cargo até...