Fiocruz pede registro de dois testes moleculares para monkeypox

O Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos da Fundação Oswaldo...

Associação brasileira de superdotados tem mais de 2 mil membros

O Brasil detém a trigésima posição no ranking mundial...

Consórcio Novo Caracol vence leilão de concessão de parques no RS

O Consórcio Novo Caracol foi o vencedor do leilão do projeto da Concessão...

Crítico de Bolsonaro, Ciro vê distinção nas ausências de Neto e do presidente em debates

Em Salvador na manhã desta quinta-feira (11), Ciro...

Bolsonaro e Torres estiveram juntos no dia da ligação de Ribeiro

Escrito por Redação

Publicado em:

Compartilhe esse artigo

No último dia 9, o presidente Jair Bolsonaro se encontrava na Cúpula das Américas, nos Estados Unidos, ao lado de diversos ministros. Um deles, o da Justiça, Anderson Torres. Naquele mesmo dia, grampo telefônico usado pelo Ministério Público Federal (MPF) mostra o ex-ministro Milton Ribeiro contando a uma filha que “o presidente” lhe alertou sobre a possibilidade de uma operação de busca e apreensão.

O grampo tinha como objetivo investigar indícios de envolvimento do presidente Jair Bolsonaro (PL) e encaminhar para o STF parte da investigação sobre o escândalo no Ministério da Educação.

Faziam parte da comitiva, o chanceler Carlos França; o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga; o ministro do Meio Ambiente, Joaquim Leite; e o secretário de Assuntos Estratégicos, almirante Flávio Rocha. Além deles, Anderson Torres, chefe da pasta que comanda a Polícia Federal (PF).

Na última quarta-feira (22/6), a PF colocou nas ruas a operação Acesso Pago. Na ocasião, também acabaram detidos os pastores Gilmar Santos e Arilton Moura – ambos acusados de integrarem organização criminosa para destravar, por meio de propina, demandas estaduais e municipais do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE).

Ouça a ligação entre Ribeiro e a filha:

“Hoje o presidente me ligou. Ele está com um pressentimento, novamente, de que podem querer atingi-lo através de mim”, disse Ribeiro a uma filha, no último dia 9 de junho. “Ele acha que podem querer fazer uma busca e apreensão em casa. É muito triste”, declarou o ex-ministro.

Ida ao STF A citação do presidente fez com que o MPF pedisse o envio de parte da investigação ao Supremo Tribunal Federal, conforme revelou o colunista Rodrigo Rangel, do Metrópoles, na sexta. Desse modo, o inquérito volta para a relatoria da ministra Cármen Lúcia, que havia enviado o caso para a primeira instância depois que Milton Ribeiro pediu demissão do MEC.

Coordenador da defesa de Ribeiro, o advogado Daniel Bialski criticou o envio da investigação para o STF. Segundo ele, o áudio citado na decisão envolve autoridade com foro privilegiado, já que o diálogo registrado supostamente teria ocorrido antes da deflagração da operação.

“Se assim o era, não haveria competência do juiz de primeiro grau para analisar o pedido feito pela autoridade policial e, consequentemente, decretar a prisão preventiva”, destaca Bialski, em nota à imprensa.

O advogado disse que analisará toda a documentação e se for comprovada a falta de competência do juiz de primeira instância, “atos e decisões tomadas são nulos”.

Receba notícias do Metrópoles no seu Telegram e fique por dentro de tudo! Basta acessar o canal: https://t.me/metropolesurgente.

O post Bolsonaro e Torres estiveram juntos no dia da ligação de Ribeiro apareceu primeiro em Metrópoles.

O que você achou desse assunto?

Compartilhe esse artigo:

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Cruzeiro chega embalado ao Mané; veja 5 grandes momentos da temporada

O Cruzeiro enfrenta a Chapecoense no próximo sábado (13/8), às 16h30, no Mané Garrincha — em jogo que o Metrópoles traz para Brasília –, já em ritmo de contagem...

Cinema e streaming: veja as estreias desta semana (11/8 a 17/8)

Novos filmes estreiam nos cinemas e nos streamings nesta semana. Nas telonas, o destaque fica com o longa A Fera, protagonizado pelo ator Idris Elba (Luther, O Esquadrão Suicida)....

Leitura de carta pela democracia inspira atos por todo o país nesta 5ª

Esta quinta-feira (11/8) será marcada por atos em defesa da democracia espalhados por todo o país. O movimento é impulsionado pela Carta às Brasileiras e aos Brasileiros em Defesa...