Humberto Martins concede liminar e libera Arruda para concorrer nas eleições deste ano

O presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ),...

CBF quer aumentar investimentos no futebol feminino, diz Ednaldo Rodrigues

Após reuniões com os clubes das quatro séries...

Lore Improta revela bastidores de foto com Léo Santana: ‘P*u tava marcado demais’

Lore Improta voltou a comentar sobre o órgão...

Saiba o que motivou a briga entre os irmãos Diogo e Rodrigo Mussi

Diogo Mussi revelou, na última quarta-feira (7/7), que anda...

Artilheiro do Vitória na Série C, Rafinha pede ‘cabeça fria’ para time voltar a vencer

Publicado em:

Compartilhe esse artigo

Após o empate diante do Atlético Cearense, fora de casa, na última rodada, o Vitória viu a distância para o G8 da Série C aumentar, e a zona de rebaixamento está mais próxima agora. Em entrevista coletiva realizada na tarde desta terça-feira, o atacante Rafinha, que é o artilheiro do time na competição com quatro gols, falou sobre o momento de instabilidade da equipe.

“Temos que trabalhar firme. Infelizmente nesses últimos jogos a gente não conseguiu o resultado que a gente queria e ficamos muito chateados com isso. Mas a gente não pode abaixar a guarda, é continuar trabalhando e pensando que que dá, porque sabemos da nossa capacidade e também da nossa torcida, que que vem nos apoiando para que a gente consiga voltar, dar alegria para eles e pra nós também, que estamos trabalhando e merecendo isso”, explicou o atacante.

Rafinha argumentou que seu bom momento como goleador é fruto do trabalho feito pelo time em campo, mas reconheceu que é preciso ser mais eficiente nas chances criadas durante os jogos, como aconteceu contra o Atlético Cearense. “Temos que ter mais tranquilidade na área do último passe, na hora de fazer o gol, mas isso daí a gente constrói nos treinamentos. Então acho que a gente tem que ter cabeça fria pra que possamos aproveitar as oportunidades para fazer o gol, que a gente sabe que a gente vai criar no nos próximos jogos”, disse.

Para a próxima partida, o técnico Fabiano Soares contará com cinco desfalques, sendo dois deles por expulsão. Rafinha falou sobre a indisciplina do elenco e pede mais tranquilidade daqui em diante no campeonato. “Nós estamos usando a camisa do Vitória. É um time grande, a gente sabe dos tempos difíceis que o Vitória vem passando e a gente abraçou isso também. Estamos sentindo na pele, a gente fica ansioso e nervoso, mas temos que saber separar isso daí nos jogos e ficar mais com a cabeça focada para não acontecer o que aconteceu. Acho que temos que manter a tranquilidade, a gente já conversou sobre isso. Infelizmente já foi, agora é manter o trabalho, focado para que a gente possa alcançar os nossos objetivos”, concluiu.

Os suspensos para a próxima partida são os meias Eduardo, Léo Gomes e João Paulo, além dos defensores Mateus Moraes e Alemão. A diretoria do Vitória informou que Eduardo e Moraes foram multados pelo envolvimento na confusão durante o jogo em Fortaleza. O auxiliar técnico Ricardo Amadeu também foi expulso e multado.

“Foi um episódio triste, né? Mas a gente já conversou e esperamos que não aconteça mais. Agora é manter os nervos mais tranquilos para que a gente possa fazer um bom jogo e possamos voltar a vencer”, afirmou Rafinha.

A partida entre Vitória e Botafogo-SP acontecerá neste domingo (19), às 17h, no Barradão. O time de Fabiano Soares fará ainda mais quatro treinamentos antes da bola rolar. A transmissão será feita pelo streaming DAZN.

O que você achou desse assunto?

Compartilhe esse artigo:

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Vitória apresenta Edgard Montemor, novo diretor de futebol

O Vitória apresentou nesta quinta-feira (7) Edgard Montemor como novo diretor de futebol. Ele chega para ocupar a função, que era exercida por...

CBF quer aumentar investimentos no futebol feminino, diz Ednaldo Rodrigues

Após reuniões com os clubes das quatro séries do Campeonato Brasileiro masculino, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) vai dar atenção ao futebol...

Santos demite Fabián Bustos após eliminação na Sul-Americana; Edu Dracena entrega o cargo

O Santos optou por demitir o técnico Fabián Bustos após a eliminação na Copa Sul-Americana diante do Deportivo Táchira (Venezuela), ocorrida na noite da...