Apresentadora do ‘É de Casa’ é acusada de reproduzir racismo estrutural ao vivo; veja

Publicado em:

Compartilhe esse artigo

Uma atitude da apresentadora Talitha Morete do “É de Casa” do último sábado, 11, está dando o que falar nas redes sociais. Na atração, ela pediu para uma convidada negra servir cocada para as outras pessoas que estavam presentes na atração. “Silene, a dona da cocada, vai fazer as honras da casa, vai servir todo mundo. Por favor, pode oferecer que está todo mundo querendo sua cocada”, declarou Talitha. Manoel Soares, o único apresentador negro do programa, foi quem interrompeu a situação: “Vamos fazer o seguinte, eu vou ser o seu garçom [Silene] e você vai me orientar para quem eu vou servir. Você não vai servir ninguém, você vai dizer o que tenho que fazer”. O vídeo viralizou nas redes sociais e a atitude da apresentadora está sendo vista como racismo estrutural, que é quando práticas históricas, culturais e até institucionais afetam um grupo social ou étnico. 

Foi vergonhosa essa cena. Ainda tem gente que diz que racismo estrutural não existe. Infelizmente está tão entranhado na mentalidade e atitude de alguns brasileiros que eles nem percebem”, comentou um seguidor. “Perdi um tempão do meu dia hoje explicando pra alguns amigos que é exatamente no ‘sem querer’ que acontece o racismo estrutural. É cansativo demais a gente ter que estar sempre atento e pronto para educar e responder gente que tem preguiça de aprender e entender sobre igualdade”, escreveu outro. “Quando alguém perguntar o que é ‘racismo estrutural’, mostre esse vídeo [da Talitha]. E, percebam, somente quem se deu conta da merda que estava rolando foi a única pessoa negra (além da convidada) presente na situação”, acrescentou mais um.

O que você achou desse assunto?

Compartilhe esse artigo:

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com