Colônia domina Schalke e vence em sua estreia no Campeonato Alemão

O Colônia recebeu o Schalke, neste domingo, e saiu...

China expande exercícios em áreas a norte de Taiwan, e ilha critica desinformação

GUARULHOS, SP (FOLHAPRESS) - Os exercícios militares promovidos pela...

Vitória Falcão, do duo Anavitória, brinca com semelhança com irmãs

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A cantora Vitória Falcão,...

Estudo mostra que 1 em cada 100 nascidos no mundo tem cardiopatia congênita

De acordo com os estudos da American Heart...

Aneel realizá leilão que prevê até R$ 15,3 bilhões em investimentos

Publicado em:

Compartilhe esse artigo

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) vai leiloar na próxima quinta-feira (30) 13 lotes de linhas de transmissão de energia. As empresas que obtiverem a concessão ficarão responsáveis por construir, operar e manter as linhas, que somam um total de 5.425 quilômetros e uma capacidade de 6.180 mega-volt-ampères (MVA).ebcebc

O leilão vai ocorrer às 10h, na sede da B3, em São Paulo. Os contratos de concessão estão previstos para ser assinados em 30 de setembro, e as empresas vencedoras terão prazos de 42 a 60 meses para iniciar a operação comercial das linhas de transmissão. A Aneel prevê que os contratos de concessão gerem R$ 15,3 bilhões em investimentos, gerando de 31.697 empregos diretos.

Os lotes dos empreendimentos estão localizados em 13 estados: Acre, Amapá, Amazonas, Bahia, Espírito Santo, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Rondônia, Santa Catarina, São Paulo e Sergipe.

O lote de maior extensão e que deve gerar mais empregos é o de número 2, que corta os estados de Minas Gerais e São Paulo em um percurso de 1,7 mil quilômetros. O lote tem finalidade de expandir a capacidade de transmissão da região Norte de Minas Gerais e, se concretizado, deve empregar 9,8 mil pessoas.

A disputa dos lances se dará pelo valor de Receita Anual Permitida (RAP). Quando houver mais de uma proposta pelo mesmo lote, vencerá a que propuser o menor valor anual de receita.

Os proponentes deverão depositar para a Aneel uma garantia de proposta no valor de 1% do investimento estimado, com prazo de validade igual ou superior a 120 dias após o leilão e renovável por mais 60 dias.

Para a assinatura do contrato de concessão, o proponente vencedor deverá substituir a garantia anterior por uma correspondente a 5%, 7,5% ou 10% do valor do investimento previsto, a depender do deságio oferecido no leilão.

O que você achou desse assunto?

Compartilhe esse artigo:

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Faria Lima se anima com melhoras na economia do Brasil, mas mantém cautela por cenário global

O Boletim Focus, divulgado pelo Banco Central semanalmente, tem trazido duas movimentações constantes ao longo das últimas semanas: as previsões dos agentes do mercado financeiro para a inflação em...

Semana de quatro dias pode reduzir casos de burnout, apontam especialistas; veja vantagens

A pandemia trouxe discussões a nível global sobre mudanças na forma como funcionários e empresas lidam com o trabalho. Na esteira da popularização do home office, o debate que...

Diesel: os impactos da alta dos preços do combustível

O aumento no preço do óleo diesel não afeta somente o transporte de cargas. Impacta também o transporte de passageiros, elevando os custos e gerando dificuldades para as empresas...